‘Hulk’ ganha o coração de menina e vira tema de sua festa

Por: Camila Hungria Comunicar erro

“Mamãe, meu amiguinho disse que eu não posso brincar porque sou menina!”, você já ouviu de sua criança uma frase como essa? Talvez sim. Yuska Natasha B. F. Garcia, que é mãe da pequena Júlia, de três anos, conta que toda vez que sua filha chega da escola ou de qualquer outro lugar com uma queixa dessa natureza, ela a encoraja, em suas palavras, “a retornar à brincadeira e mostrar para os seus amiguinhos que ela pode brincar do que quiser, e que não há brincadeiras de menino e de menina”.

“Ela é educada de forma a ser uma menina empoderada, feminista e ciente dos seus direitos e deveres. Não restringimos nada que ela deseje em relação ao seu sexo. Ela brinca do que quiser e como quiser. Dessa forma, ela gosta de rosa e azul. Gosta da Frozen e do Hulk”, contou Yuska

Yuska enviou ao Catraquinha uma mensagem contando sobre a festa de aniversário de três anos de Júlia, que adora bonecas e super-heróis com a mesma intensidade, e pediu aos pais que o tema de sua próxima festa fosse “Hulk”. Seus pais, então, prepararam para ela uma festa inteira inspirada no personagem. Confira fotos:

Que a festa estava linda, e  que Júlia estava muito feliz não há muitas dúvidas.  Apesar disso, de acordo com Yuska, a família, que atualmente mora em Fortaleza, Ceará, enfrentou alguns “olhares tortuosos e preconceituosos”, por conta da temática escolhida. “Ela ficou imensamente feliz com sua festa e acreditamos que dessa forma também ajudamos a outros pais desmistificarem esses paradigmas e ampliarem mais suas ideias e conceitos”, disse.

Veja também: Menina de 4 anos escolhe ‘Homem de Ferro’ para tema de festa de aniversário e gera polêmica

Sempre falamos no Catraquinha sobre a importância de empoderar crianças e deixá-las experienciar a infância, com suas brincadeiras e descobertas, sem rótulos ou quaisquer estereótipos. Por isso, quando recebemos mensagens de leitores compartilhando conosco histórias de seu dia a dia e da infância de seus filhos que refletem isso, ficamos cheios de alegria e felizes em compartilhar.

Tem alguma história bacana para inspirar outros pais? Você pode compartilhar conosco via inbox no Facebook ou escrevendo para o e-mail contato@catraquinha.com.br.

Confira outra história compartilhada por uma leitora do Catraquinha que é pura inspiração:

Compartilhe:

1
02:01
As mentiras sobre as vacinas matam
Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador da Anvisa,  fala sobre as mentiras sobre as vacinas e o quanto o calendário …