Página ‘Cadê você’ reúne relatos de abandono familiar

As mãe solo sabem muito bem o que é ter todas as obrigações da maternidade impostas de forma natural, enquanto os pais são facilmente reconhecidos quando fazem pequenas coisas, como pagar a pensão. A página “Cadê você” reúne relatos de abandono familiar por parte dos pais e também das mães.

Uma pesquisa feita em 2013, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com base no Censo Escolar de 2011, atestou que 5,5 milhões de crianças, até então, não tinham o nome do pai no registro de nascimento, isso sem englobar os já adultos. De lá pra cá, estima-se que o número tenha permanecido tão assustador quanto.  Há indivíduos sem pai, mas também sem mãe. Há quem tenha tido algum dia a figura e há quem se quer tenham esboçado contato.

Em um dos últimos depoimentos da página, uma mãe expressou como o abandono e a maternidade se relacionam como machismo. O relato mostra a diferença da maneira como pais e mães separados são comumente vistos pela sociedade.

O desabafo da mãe identificada apenas como L.G. recebeu mais de 17 mil reações na e promete fazer você pensar sobre o assunto.

Confira!

Depoimento teve mais de quatro mil compartilhamentos.
Depoimento teve mais de quatro mil compartilhamentos.

Compartilhe:

1 / 2
1
02:01
As mentiras sobre as vacinas matam
Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador da Anvisa,  fala sobre as mentiras sobre as vacinas e o quanto o calendário …
2
05:29
Como o estresse interfere na saúde do bebê
Claudio Basbaum, obstetra na Maternidade de São Luiz, é conhecido como o médico que implantou no Brasil o parto humanizado. Esse …