Ter um acompanhante no parto é um direito; veja o que aconteceu com esse pai

Por: Camila Hungria Comunicar erro
foto: reprodução
A foto registra o momento em que o pai, Gabriel Alves, é impedido de assistir ao parto de sua filha, mesmo após mostrar a lei para a médica.

Impedido pela equipe de médicos do Hospital Beneficência Portuguesa de assistir ao parto de sua filha ontem (23/02), o pai, Gabriel Alves, precisou ir à delegacia, fazer um B.O e ser acompanhado por um policial até o hospital para ter seu direito assegurado e poder estar ao lado de sua esposa neste momento tão importante.

“Perdi o parto da minha filha e ainda passei por esse constrangimento com essa médica, que depois dentro da maternidade me humilhou diante das mães”, desabafou em sua página do facebook, onde postou um vídeo registrando o momento.

A Lei do Acompanhante, que está em vigor desde 2005, garante à mulher o direito a um acompanhante de sua escolha para acompanhá-la durante o trabalho de parto, durante o parto e pós-parto (período por até 10 dias). A lei vale para todos os hospitais brasileiros, seja particular ou público.

Infelizmente muitos hospitais ainda desrespeitam a lei, como aconteceu com o caso de Gabriel Alves. “Deixo um apelo pra todos os pais, corram atrás dos seus direitos!!!! Pai tem sim participação ativa sim!!!”, disse.

Denuncie o descumprimento da Lei do Acompanhante no Parto

  • Para hospitais particulares: ANS, pelo telefone 0800701 9656 (ligação gratuita)
  • Para hospitais públicos: Ministério da Saúde, ligando para  136

Situações em que a lei foi descumprida:

  • impedimento da entrada do acompanhante escolhido pela gestante
  • restrição quanto à escolha do acompanhante
  • só poderia entrar se fosse mulher
  • só poderia entrar se fosse o pai
  • restrição quanto ao tempo
  • só poderia ter acompanhante no pós-parto
  • só poderia ter acompanhante no pré-parto
  • só poderia ter acompanhante no parto
  • só poderia ter acompanhante se fosse parto normal
  • só poderia ter acompanhante se fosse cesariana
  • só poderia ter acompanhante durante o horário de visitas
  • só poderia ter acompanhante durante um período do dia
  • cobrança de taxa
  • cobrança de taxa para a entrada do acompanhante
  • cobrança de taxa para a roupa esterilizada
  • cobrança de taxa para a permanência do acompanhante
  • cobrança de taxa para o acompanhante pernoitar
  • cobrança de taxa para as refeições do acompanhante

Compartilhe:

1
02:01
As mentiras sobre as vacinas matam
Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador da Anvisa,  fala sobre as mentiras sobre as vacinas e o quanto o calendário …