Cartazes mostram o sofrimento invisível de crianças obesas

Peças elaboradas em universidade romena apresentam a dor de meninos e meninas acima do peso

Por: Redação

Sabe como crianças obesas sofrem? Em silêncio.

Catraca Livre criou o projeto Causando, apoiado pelo Carrefour, para mostrar como as marcas desenvolvem e assumem causas.

Peça sobre crianças obesas
Crédito: DivulgaçãoCartaz informa que crianças obesas sofrem em silêncio

Essa é a mensagem que uma campanha romena tenta passar à população. Obesos, os pequenos padecem fisicamente – e isso é evidente.

Mas há uma dor que é invisível: a emocional. É isso o que tentam mostrar as peças desenvolvidas para uma tese na Universidade Nacional de Artes de Bucareste.

Campanha crianças obesas
Crédito: DivulgaçãoCartaz mostra que crianças obesas são vítimas de assédio

Vale destacar: a Romênia não é o país europeu com maior número de crianças obesas.

Dados da Organização Mundial da Saúde mostram que, naquele continente, Chipre, Grécia e Itália têm o maior percentual de meninos e meninas acima do peso – um em cinco têm esse problema.

Campanha crianças obesas
Crédito: DivulgaçãoMeninos e meninas acima do peso são vítimas de rejeição

Mas, como a obesidade tem se tornado uma epidemia em todo o mundo, as peças foram feitas em romeno e traduzidas para o inglês.

Cada uma foca um tipo de sofrimento: assédio, insegurança, depressão, vergonha e rejeição.

Campanha crianças obesas
Crédito: DivulgaçãoInsegurança, depressão, apatia e vergonha afetam os pequenos

Ao trazer um sofrimento que não está visível, a ideia é sensibilizar os pais para a dor das crianças obesas. E fazer com que as levem para um médico.

Compartilhe: