20% das empresas que atuam no Brasil não contratam gays

Por: Redação

Como se já não bastassem os bolsonaros, felicianos e cunhas da vida, um dado triste: quase 20% das companhias brasileiras não contratam homossexuais. A informação é da empresa de recrutamento e seleção Elancers, que para chegar nesse resultado entrevistou 10 mil empregadores. Os profissionais ouvidos são em sua maioria mulheres, com 75% do total, sendo 44% com idade entre 26 e 35 anos.

Reprodução
A pesquisa mostra que 7% dessas empresas não com tratariam homossexuais em nenhuma hipótese

A pesquisa mostra que 7% dessas empresas não contratariam homossexuais em nenhuma hipótese. Outras 11% só contratariam se o candidato não ocupasse cargos de níveis superiores. Neste último caso, a rejeição em ter funcionários gays é por conta da “associação de imagem que poderia ser negativa para a companhia”.

Em entrevista a Carta Capital, o diretor da Elancers, Alexandre Nunes, diz que os contratantes brasileiros são “bastante conservadores”. E não só os brasileiros. Uma pesquisa de 2014 da Universidade Anglia Ruskin, do Reino Unido, mostra que gays que revelam sua orientação sexual quando se candidatam para uma vaga têm 40% menos chance de ser chamados para a entrevista.

Mas, há esperança! Você sabia que mais de 300 empresas, entre gigantes como Apple, Coca-Cola, Starbucks, Nike, Google, Microsoft , Disney, e até mesmo o Facebook, apoiam o casamento homoafetivo? Um respiro.

Compartilhe: