Adolescente canadense torna-se a primeira líder de torcida trans de sua escola

“Todo mundo sabia que eu era transexual e as outras meninas têm o visual muito feminino. Mas eu tentei manter a cabeça erguida para seguir com a minha transição, apesar de muitas vezes estar destroçada”, desabafa Phoebe.

Por: Razões Para Acreditar

Phoebe Cesinaro, de 16 anos, superou o bullynig e se tornou a primeira líder de torcida transgênero da sua escola, a Eastwood Collegiate Institute, em Kitchener, no Estado de Ontario.

Durante a transição, a jovem canadense teve que lidar com a solidão e o isolamento. Ela conta que o esporte a ajudou superar essa fase e aumentou sua autoconfiança.

“Todo mundo sabia que eu era transexual e as outras meninas têm o visual muito feminino. Mas eu tentei manter a cabeça erguida para seguir com a minha transição, apesar de muitas vezes estar destroçada”, desabafa Phoebe.

Anova líder de torcida também precisou superar a vergonha para se apresentar na frente de outras pessoas.
“Eu costumava odiar estar na frente de multidões, mas ser líder de torcida aumenta a minha confiança e me ajudou a lidar com a raiva”, lembra Phoebe, que precisou se esforçar bastante para entrar na equipe.

Leia a matéria completa no site Razões para Acreditar.

Compartilhe:

Tags:#Trans