Advogado defensor dos direitos humanos é morto nas Filipinas

Contrário à política antidrogas do governo filipino, advogado foi morto enquanto caminhava por uma praça

Por: Redação | Comunicar erro
Política antidrogas já causou a morte de mais 10 mil pessoas nas Filipinas desde 2016 – Wikipedia/Reprodução 

Desde que assumiu a presidência das Filipinas, em junho de 2016, Rodrigo Duterte empenhou-se numa fúnebre campanha de guerra às drogas, cujo maior resultado se dá em sucessivos episódios de violação de direitos humanos. Além de mais de 12 mil mortos em operações policiais ou execuções extrajudiciais não esclarecidas.

Na última terça-feira, 6,  a morte do advogado Benjamin Ramos, 56 anos, expôs aos mundo o lado controverso de um governo que não esconde sua retórica facínora, assumidamente inspirada no legado de Adolf Hitler.

Segundo informações do jornal The  New York Times, Benjamin Ramos era secretário-geral do Sindicato Nacional dos Advogados do Povo (NUPL).

Oferecia, gratuitamente, assistência jurídica para clientes pobres alvos da polícia, soldados e esquadrões da morte.  A exemplo do recente massacre que, em outubro, deixou nove camponeses mortos na província de Negros Occidental. As vítimas acampavam em uma fazenda na cidade de Sagay onde reivindicavam questões ligadas à reforma agrária. Entre os mortos, estavam dois menores.

Ramos também era conhecido por defender causas ambientalistas, presos políticos e comunidades ruais. Foi morto por homens em uma moto que dispararam  contra ele  enquanto caminhava por uma praça, em Kabankalan, no centro do país. Em nota, a NUPL divulgou um comunicado no Facebook, lembrando ao menos 34 advogados foram assassinados nas Filipinas desde que Duterte assumiu o poder. Todos eles ligados à luta de minorias.

Segundo a Global Witness, as Filipinas são o segundo país perigoso do mundo ativistas ambientais ou ligados a pautas agrícolas. Em 2017, 48 pessoas foram mortas e, neste ano, apenas no primeiro semestre, 24. Perde apenas para o Brasil.

Compartilhe:

Tags: #Filipinas
1 / 8
1
03:41
Manifestação releva descompasso entre o Bolsonaro e a direita
A manifestação marcada para o próximo domingo, dia 26, aparentemente, gerou um desequilíbrio entre os grupos de direita apoiadores do …
2
01:29
Barragem da Vale em Barão de Cocais pode romper a qualquer hora
A barragem da mina do Gongo Soco, localizada em Barão de Cocais, em Minas Gerais pode romper a qualquer momento. …
3
03:36
A mentira do “Sistema” que dificultaria o governo de Bolsonaro
Em uma mensagem divulgada pelo Whatapps na última semana, Bolsonaro disse que o Brasil é "ingovernável" sem "conchavos" e destacou …
4
02:18
Entenda a balbúrdia de Bolsonaro com as manifestações de rua
Um manifestação em apoio ao governo de Jair Bolsonaro e de sua agenda de reformas está marcada para o próximo …
5
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
6
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
7
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …
8
04:04
Justiça quebra sigilo bancário de Flávio Bolsonaro e Queiroz
As acusações envolvendo esquemas de corrupção no gabinete de Flávio Bolsonaro estão ganhando um novo capítulo. Pedra no sapato do …