Últimas notícias:
Loading...

Opinião: explosão da rejeição de Haddad no Datafolha tem 4 letras

Já era previsível o aumento da rejeição à medida que o ex-prefeito ficasse mais conhecido

O Datafolha mostrou uma explosão da rejeição de Fernando Haddad _ um salto de gigantescos 11 pontos.

Segundo o instituto, Haddad já “ganha” neste quesito nas regiões Sul e Sudeste. Pulou, nestas regiões, para 45%. No geral, 41%.

Já era previsível o aumento da rejeição à medida que o ex-prefeito ficasse mais conhecido. Mas não tão rápido e com tanta intensidade.

Alguns analistas até levantam a hipótese de que o “#EleNão” teria ajudado Bolsonaro, fortalecendo grupos conservadores. Talvez. Mas lateralmente.

O que explica mesmo a rejeição de Haddad são quatro letras: Lula.

Sem Lula, Fernando Haddad nem seria candidato. Mas ao ligar sua sua imagem à do ex-presidente, ele recebe o bônus _ os votos _ e o ônus.

Lembremos que as maiores manifestações de rua já realizadas na história do Brasil foram motivadas para tirar o PT do poder. A delação premiada de Palocci, na véspera da eleição, só vai piorar.

Haddad surge, em parte da opinião pública, apenas como fantoche de alguém preso por corrupção.

Simples assim: quatro letras.