Ator Cuba Gooding Jr. é acusado de assédio sexual por mais 7 mulheres

Este novo caso é apenas mais um de uma série de acusações de assédio sexual contra o ator

Por: Redação

Mais sete mulheres acusam o ator Cuba Gooding Jr., 51 anos, de assédio sexual, elevando o número para 22. As informações são do site Page Six.

De acordo com a cópia do depoimento obtido pelo site, uma das vítimas acusa o ator de apalpá-la e beijá-la à força enquanto eles participavam do Festival de Cinema de Sundance, em Park City (EUA), em 2009, rasgando suas calças e só parando quando ela mordeu seu rosto.

Crédito: Richard Shotwell/Invision/Divulgação 

Ainda segundo o site Page Six, Cuba Gooding teria convidado mulher a ir num show e quando ela disse que iria embora, o “pareceu agitado” e se ofereceu para levá-la para fora.

Em um corredor isolado nos fundos do local onde estavam, o ator “começou a beijá-la sem consentimento” e quando ela o afastou, notando que Cuba Gooding Jr. era casado, ele “colocou a mão nas nádegas dela”. A mulher conta ainda que mordeu a bochecha do ator para que pudesse escapar, diz o documento.

Este novo caso é apenas mais um de uma série de acusações de assédio sexual contra o ator. Em agosto, outra mulher acusou o ator de apalpá-la em um bar de Manhattan.

Cuba Gooding Jr. ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1997 pelo filme “Jerry Maguire – A Grande Virada” e é conhecido por papéis em filmes como “Questão de Honra” e “O Mordomo da Casa Branca” e na série de televisão “O Povo contra OJ Simpson”.

Como denunciar casos de assédio sexual ou estupro

O assédio contra mulheres envolve uma série de condutas ofensivas à dignidade sexual que desrespeitam sua liberdade e integridade física, moral ou psicológica. Lembre-se: onde não há consentimento, há assédio! Não importa qual roupa você vista, de que modo você dance ou quantas e quais pessoas você decidiu beijar (ou não beijar): nenhuma dessas circunstâncias autoriza ou justifica o assédio.

De acordo com o Código Penal, assédio sexual é aquele que ocorre onde há relações hierárquicas entre a vítima e o assediador. Em regra, é aquele que ocorre em relações de trabalho, ou seja, o assediador é o empregador ou chefe e o funcionário é o assediado.

Os atos invasivos que ocorrem na rua e em outros espaços públicos, geralmente entre desconhecidos, e que popularmente chamamos de “assédio sexual”, configuram, em geral, o recém-criado crime de importunação sexual. Conheça a formas comuns de assédio.

Compartilhe: