CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Atriz de Game of Thrones revela que teve depressão pós-parto

Por: Renata Penzani

O pós-parto não representa só a chegada do bebê. Trata-se de um período de adaptação, de reconstrução de identidade da mulher, de reconfiguração familiar e, é claro, de uma chuva de hormônios que recai sobre a mãe. Tudo isso pode acarretar uma doença séria, que afeta 25% das mulheres brasileiras, segundo a Fundação Oswaldo Cruz, a depressão pós-parto (ou DPP).

Por isso, falar abertamente sobre ela é fundamental para combater os estigmas sociais que a envolvem e é um passo importante para minimizar a angústia muitas vezes silenciosa que muitas mulheres vivenciam. Afinal, a depressão do puerpério não escolhe classe social, estilo de vida nem religião, e atinge a todas com o mesmo impacto e força de se tornar algo patológico.

Na ficção, ela vive a imperiosa Cersei. Na vida real, as angústias de uma mulher comum.

Em entrevista à revista britânica The Edit, a atriz Lena Headey, 43, que ganhou o mundo no papel da poderosa e maquiavélica Cersei, personagem da série Game of Thrones, revelou publicamente que passou por essa dolorosa experiência em 2010, enquanto filmava o primeiro ano da série, logo após dar à luz ao filho Wylie.

A atriz conta também que já havia sofrido outros quadros de depressão antes, quando tinha 15 anos, e conseguiu superar sem medicação. Ao descobrir a DPP, ela procurou ajuda especializada. “Eu fui a um especialista que mistura filosofia oriental e filosofia ocidental à medicina, e ele me colocou em um rumo que mudou tudo. Mas eu não gostaria de ser dependente de medicação”.

A atriz foi destaque da revista The Edit, onde falou sobre sua depressão pós-parto.

“Eu estava deprimida e não sabia. Fui à médica para fazer exames e simplesmente caí em lágrimas. Então ela disse que eu estava com depressão pós-parto e eu respondi ‘Estou? O que é isso?’. Fiz a primeira temporada de Game Of Thrones nesse lugar, descobrindo a maternidade e passando por um tempo estranho na vida pessoal. Foi complicado”, disse.

A atriz, que também é mãe de Teddy, de dois anos, é uma das muitas estrelas de Hollywood, que tornaram públicas sua contra a doença, como Gwyneth Paltrow, Drew Barrymore e Céline Dion. Clique aqui para ler a entrevista de Lena na íntegra.

Leia mais:

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.