Bebê de 1 ano e 6 meses é mordido 14 vezes dentro da creche

Após deixar o bebê no local, a mãe foi comunicada que ele havia sido mordido mais de 10 vezes por outra criança

Por: Redação

Uma mãe procurou o conselho Tutelar de Boa Vista, Roraima (RR), para denunciar maus tratos ao filho de 1 ano e 6 meses dentro de uma creche particular. A família informou que após deixar o bebê no local, foram comunicados que ele havia sido mordido mais de 10 vezes por outra criança. O caso ocorreu na última segunda-feira, 4, por volta das 11h.

A creche lamentou o ocorrido e disse que prestou total apoio aos pais e ao bebê. O menino passou por exame de corpo de delito.

Crédito: Arquivo PessoalBebe mordido por outra criança dentro da creche

“Disse que não foi grave e não havia marquinhas. E me falou que a professora estava pedindo minha presença na creche. Saí do meu trabalho e fui lá, junto com meu marido. Era o primeiro dia de aula dele”, relatou ao G1 a mãe, que preferiu não se identificar.

Ela relatou que quando chegou à escola viu seu filho no colo da professora. Assim que avistou as marcas e o inchaço começou a gritar. “Eu o peguei. A professora veio se justificando, dizendo não ter tido culpa, e que, em um momento, se virou por um instante e outra criança da sala mordeu ele. Vi três mordidas no braço direito e duas na bochecha direita. Quando virei ele de lado, vi mais hematomas no braço. Quase arrancou um pedaço dele. Meu filho estava todo inchado”, afirmou.

Ainda conforme a família também foram feitos o Boletim de Ocorrência Policial, e a criança foi encaminhada ao hospital no mesmo dia. “Meu filho não fala e esse era pra ser um momento que ele iria socializar, era para ser um momento feliz”, relata.

“Fui para o Hospital da Criança onde deram um remédio para ele porque estava com o rosto e o braço muito inchados. Quero saber da creche o que realmente aconteceu com meu filho”, pontua a mãe.

Crédito: Arquivo PessoalBebe mordido por outra criança dentro da creche

Conselho Tutelar

De acordo com a conselheira tutelar, Andreza Ferreira, a denúncia foi encaminhada ao departamento na última terça-feira, 6. “Iremos dar seguimento ao caso, para que a gestão da creche ou responsáveis sejam devidamente punidos”, disse.

O conselheiro tutelar, Augusto Valente questionou o ocorrido.  “Uma criança quando cai, se machuca e chora. E onde estava algum funcionário dessa creche que não viu isso. Foi negligência mesmo. Estamos indignados com essa situação”, disse.

De acordo com a direção da escola o bebê foi machucado por uma criança, e no momento uma professora estava com uma criança no banheiro e outra teria ido buscar água no refeitório da escola.