Blogueiro do Terça Livre cria fake news sobre Glenn Greenwald

Integrante do clã de Bolsonaro disse que jornalista foi internado por uso de cocaína

Por: Redação

O site Terça Livre, do blogueiro Allan dos Santos, divulgou que Glenn Greenwald, do The Intercept Brasil, foi internado na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro (RJ), após sofrer um infarto por uso de cocaína.

Entretanto, tudo não passou de uma fake news. Isso porque o jornalista publicou uma série de tuítes das 23h36 às 23h46 da última quinta-feira, 25, e voltou a tuitar às 7h22 desta sexta-feira, 26, comprovando que não está com problemas de saúde.

Crédito: Reprodução/Agência BrasilAllan dos Santos, blogueiro do clã de Bolsonaro, foi acusado de criar fake news sobre Glenn Greenwald

No texto apontado como mentiroso, o blogueiro disse ainda que “uma outra fonte informou que ele possui histórico de internações na Clínica São Vicente por abuso de drogas”.

Ao site “Fórum”, fontes da Clínica São Vicente afirmaram que não tinham conhecimento sobre a informação. Já a assessoria de imprensa do hospital confirmou que ele não está internado.

Ao ser questionado sobre a veracidade da informação sobre Glenn, Allan seguiu sustentando a notícia: “O analfabetismo é gravíssimo no Brasil. Afirmamos que @ggreenwald FOI (verbo no passado) internado às pressas na Clínica São Vicente e que depois FOI levado ao hospital Samaritano. Se a clínica e o hospital dizem que ele não ESTÁ (verbo no presente) lá, é pura retórica”, publicou no Twitter.

Alguns internautas, então, rebateram o blogueiro. “’Urgente’, ‘É internado’, ‘Encontra-se’ e nós somos analfabetos? Sério isso? Não é mais fácil fazer uma errata igual fazem os jornais quando o leitor fica confuso, já que o erro de fato ocorreu?”, disse uma internauta. “Pois é, não se usa essa linguagem para uma coisa da semana passada”, completou outro.

Para quem não sabe, Allan dos Santos fez parte da rede de propagação de fake news durante a campanha presidencial de Jair Bolsonaro (PSL) e já esteve com o presidente no Palácio do Planalto.

O blogueiro também é o autor da fake news compartilhada por Bolsonaro no Twitter em março, atacando a  jornalista Constança Rezende do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.