Bolsonaro estuda ‘bancar’ parte da conta de luz de igrejas

Apesar da medida beneficiar templos religiosos de forma ampla, os evangélicos são o alvo

Por: Redação

O presidente Jair Bolsonaro estuda conceder subsídio na conta de luz para igrejas. Segundo o Estadão, uma versão do decreto foi enviada à equipe econômica, que é contra.

Apesar da medida beneficiar templos religiosos de forma ampla, os evangélicos são o alvo.

Crédito: Reprodução/ TV RecordApesar da medida beneficiar templos religiosos de forma ampla, os evangélicos são o alvo da proposta de Bolsonaro

A bancada evangélica é hoje a principal base de sustentação do governo e Bolsonaro tem atendido suas reivindicações desde que assumiu o Palácio do Planalto.

As igrejas evangélicas já anunciaram que vão ajudar Bolsonaro a coletar as quase 500 mil assinaturas necessárias para criar seu novo partido, o Aliança pelo Brasil.

O subsídio na conta de luz, segundo a reportagem, não é a primeira medida planejada por Bolsonaro para manter o apoio evangélico. Com o aval do Palácio do Planalto, o Congresso aprovou um projeto garantindo incentivos fiscais para igrejas até 2032.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.