Bolsonaro late e se atrapalha com cão ao assinar lei contra maus tratos

"Au Au", disse o presidente durante seu discurso. Com a repercussão, ele virou piada na internet

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou, nesta terça-feira, 29, durante evento no Palácio no Planalto, a lei 1.095/2019, chamada de Lei Sansão, que aumenta a pena para quem praticar maus-tratos a animais, com um cachorro no colo.

bolsonaro cachorri
Crédito: Reprodução/TwitterBolsonaro late e se atrapalha com cão ao assinar lei contra maus tratos

Durante seu discurso na cerimônia, Bolsonaro latiu para os presentes. “Parabéns a todos vocês, não sei se o Sansão vai entender, aqui né, então: au au. Quer dizer, parabéns Sansão”, disse o presidente, referindo-se ao Pitbull Sansão, animal vítima de maus tratos que deu nome à lei sancionada. O cachorro teve que andar de cadeira de rodas adaptada após ter as patas traseiras decepadas.

A cerimônia no Palácio do Planalto contou com a presença de deputados, ministros e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Durante discurso, Bolsonaro contou que foi pressionado por Michelle Bolsonaro para sancionar a lei. “Nunca tive dúvidas ao sancionar esse projeto ou não. Até porque fiquei sabendo dele através da primeira-dama, que me perguntou em casa: já sancionou? Respondi que ela estava parecendo o Guedes, que sempre faz isso com os projetos que tem a ver com a economia. O Paulo eu obedeço, quem dirá você (Michelle).”

O Projeto de Lei 1095/19 é de autoria do deputado Fred Costa (Patriota/MG) e foi aprovado pelo Senado no dia 9 de setembro.

Além de latir, Bolsonaro se atrapalhou com o cachorro que tinha nos braços, no momento em que foi assinar a nova lei, quase o deixando cair. Na internet, a trapalhada do presidente com o animal virou piada. Confira a repercussão: