Bolsonaro lidera ranking de palavrões em reunião ministerial

Confira a lista de quem pronunciou os 37 termos inadequados

Por: Redação

Os vídeos divulgados da reunião ministerial sob investigação, gravado em 22 de abril, continua dando o que falar. Agora, o que chamou atenção de quem acompanhou a conversa de Jair Bolsonaro (sem partido) com seu time de ministros foi o número de vezes que os políticos disseram palavrões.

bolsonaro
Crédito: Reprodução“Eu tenho o poder e vou interferir em todos os ministérios”, disse Bolsonaro

O presidente e seus auxiliares usaram termos inadequados ao menos 37 vezes na reunião tornada pública pelo ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), na última sexta-feira, 22.

O chefe do Executivo foi o recordistas e usou palavras de baixo calão em 29 oportunidades para atacar adversários e também para tentar impor respeito aos auxiliares.

Para se ter uma ideia, quando quis se referir a prefeitos e governadores e suas ações de isolamento social, Bolsonaro soltou sete vezes à expressão ‘bosta’. O presidente também falou ‘merda’ em quatro situações e ‘putaria’ em outras quatro.

Já o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, disse três vezes ‘porra’ e o ministro da Economia, Paulo Guedes, também recorreu à interjeição para se referir a um banco estatal.

A palavra também foi dita em oito situações por Bolsonaro, geralmente para reafirmar suas ordens aos ministros. “Se eu não tiver esse direito de ir e vir. Prefeitinho lá do fim do mundo, um jaguapoca dum prefeito manda prender. Tem que a Justiça se posicionar… Se posicionar sobre isso, porra”, completou.

Confira abaixo o ranking de palavrões ditos durante a reunião:

Presidente Jair Bolsonaro

5 merda

7 bosta

8 porra

2 foder

4 putaria

2 puta que o pariu

2 filho da puta

1 cacete

Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica

3 porra

3 foder

Paulo Guedes, ministro da Economia

1 porra

Braga Netto, ministro-chefe da Casa Civil

1 caralho

Os internautas ficaram indignados com o conteúdo da reunião e logo reagiram nas redes sociais. Veja:

STF divulga vídeo apontado como prova das acusações de Moro contra Bolsonaro I Parte 1 e 2

Confira os primeiros trechos do vídeo apontando como prova pelo ex-ministro Sergio Moro de que Bolsonaro tinha a intenção de interferir na autonomia da Polícia Federal 👇🏽💣

Posted by Catraca Livre on Friday, May 22, 2020