Últimas notícias:

Loading...

Bolsonaro usa tragédia no Sul da BA para atacar lockdown

Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia, houve 5 mortes, 175 feridos e mais de 6 mil desalojados em decorrência das enchentes

Por: Redação

Jair Bolsonaro (PL) usou a tragédia das enchentes do Sul da Bahia para criticar as medidas de restrições decretadas por governadores e prefeitos para combater a pandemia do novo coronavírus.

“Também tivemos uma catástrofe no ano passado, quando muitos governadores, e o pessoal da Bahia, fecharam todo o comércio e obrigaram o povo a ficar em casa. Povo, em grande parte informais, condenados a morrer de fome”, disse o presidente.

Bolsonaro usa tragédia no Sul da BA para atacar lockdown de governadores
Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil Bolsonaro usa tragédia no Sul da BA para atacar lockdown

“O governo é sensível a esse problema. A gente pede a colaboração de todos para que se supere esse problema e também não destruamos a economia em nome de seja lá o que for. Apesar de respeitarmos e entendermos a gravidade que esse vírus tenha proporcionado ao Brasil.”

“Esses fenômenos naturais infelizmente acontecem. Questão de responsabilidade, não sabemos bem definir a quem cabe”, afirmou Bolsonaro. “O governo federal tem feito seu trabalho desde o início e dando satisfação. Não é o caso de apontarmos os responsáveis por isso ou aquilo.”

A declaração foi dada pouco depois de o ministro da Cidadania, João Roma, pedir para que a tragédia não fosse usada na “disputa política e ideológica”.

Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia, foram 5 mortes e 175 feridos na região. Estima-se que os alagamentos prejudiquem quase 70 mil brasileiros, com 6.472 desalojados e 3.744 desabrigados.

Bolsonaro usa tragédia no Sul da BA para atacar lockdown
Crédito: Gil Leonardi/Agência BrasilBolsonaro usa tragédia no Sul da BA para atacar lockdown

Compartilhe:

?>