Bolsonaro quer indicar ministro ‘terrivelmente evangélico’ ao STF

Presidente da República ainda afirmou que o estado é laico, "mas nós somos cristãos"

Por: Redação

Durante um culto de Santa Ceia realizado pela Frente Parlamentar Evangélica na Câmara dos Deputados, na manhã desta quarta-feira, 10, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) revelou querer um ministro “terrivelmente evangélico” para ocupar uma das cadeiras do Supremo Tribunal Federal (STF).

“O Estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou, para plagiar minha querida Damares (Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos): nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os poderes. Por isso, meu compromisso. Poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal. Um deles será terrivelmente evangélico”, disse Bolsonaro.

jair bolsonaro
Crédito: Reprodução/Instagram/@jairmessiasbolsonaroJair Bolsonaro quer ministro “terrivelmente evangélico” no STF

Essa não foi a primeira vez que o presidente cita a necessidade de um ministro evangélico no STF. Porém, da outra vez, Bolsonaro não havia confirmado o compromisso assim, de forma tão explícita.

Durante seu discurso, o presidente também fez questão de ressaltar a importância dos evangélicos no resgate da “moralidade” a partir do ano 2010. “Aquele chavão que era da política passou a ser de todos nós: Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, disse, citando seu slogan de campanha.

Compartilhe: