Bolsonaro sobre comunistas: ‘Vamos acabar com o cocô do Brasil’

Segundo o presidente da República, ele irá "varrer a turma vermelha do país"

Por: Redação
bolsonaro
Crédito: Agência BrasilA declaração de Bolsonaro foi feita durante evento em Parnaíba, no Piauí

Durante evento em Parnaíba, no Piauí, Jair Bolsonaro (PSL) se referiu aos “comunistas e corruptos” como “cocô do Brasil” e ainda disse que sua intenção é “acabar com todos”. A declaração foi feita nesta quarta-feira, 14, quando o presidente inaugurou uma escola militarizada batizada com o seu nome, ao lado do prefeito Francisco de Moraes Souza, o Mão Santa (MDB).

“Quando vemos no Brasil alguns governadores querendo separar o Nordeste do Brasil, esses caras estão no caminho errado. O caminho do Brasil é só um povo, uma só raça e uma só bandeira verde e amarela. O Mão Santa disse que vamos acabar com o cocô no Brasil, com essa raça de corrupto e comunista”, disse Bolsonaro, aclamado pelo público que gritava “mito”.

Assista:

Segundo o presidente da República, ele irá “varrer a turma vermelha do país”, em referência a uma suposta ameaça comunista, como ele já afirmou em outras ocasiões. “Nas próximas eleições, vamos varrer essa turma vermelha no Brasil. Já que a Venezuela está bom, vamos mandar para lá. Quem quiser ir mais para o Norte, vai para Cuba.”

Em seu discurso, Bolsonaro elogiou o prefeito Mão Santa, que teve o mandato como governador cassado em 2001 por acusações de corrupção. “Estive aqui no início de 2017 e fui muito bem recebido pelo prefeito Mão Santa e por grande parte de vocês. Andamos o Brasil todo e aqui foi um dos locais onde fui recebido com maior calor humano. Naquele tempo, quando andei por aqui quase sozinho, quase ninguém acreditava na gente, mas o Mão Santa acreditou. Conversei com ele por algumas horas, ouvindo atentamente o homem que, por vezes, ouvi os discursos de mais de uma hora no Senado.”

O presidente voltou a prometer o porte de arma no país e ainda comentou a situação da Argentina. Bolsonaro falou sobre a derrota de seu aliado Mauricio Macri para a chapa de oposição nas eleições primárias, que tem Alberto Fernández como candidato à presidência e a ex-presidente Cristina Kirchner como vice.

Segundo ele, o país vizinho começou a trilhar o rumo da Venezuela. “Juntos vamos colocar o Brasil no lugar de destaque que ele merece. Juntos vamos varrer a corrupção e o comunismo do Brasil. Olha o que está acontecendo na Argentina, começa a trilhar o rumo da Venezuela. Bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”, reiterou.

Compartilhe:

1
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
2
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
3
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
4
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
5
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
6
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
7
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …
8
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido.Era …