Brasileira usa Facebook para denunciar xenofobia em Portugal

Por: Redação | Comunicar erro
Reprodução / Facebook
A brasileira Cláudia Link, de 30 anos, tem dupla nacionalidade e mora no Porto há quatro anos

A gaúcha Cláudia Link, de 30 anos e moradora do Porto há quatro anos, usou seu perfil no Facebook para fazer uma denúncia por ter sofrido xenofobia em uma estação de metrô da cidade, que fica em Portugal, na última segunda-feira, 17.

Cláudia perdeu o seu “cartão andante” (uma espécie de Bilhete Único local) e seus documentos na segunda, quando estava indo a uma entrevista de emprego. No relato feito na rede social, a brasileira conta que só se deu conta da perda quando foi abordada por um fiscal já dentro do vagão do metrô.

Ela foi encaminhada, juntamente com um rapaz português em situação similar, para um local onde seria, a princípio, apenas advertida. “Pensei comigo: ‘Ok, isso não passa de 5 minutos e com sorte chego 20 minutos atrasada”, lembra. “O fiscal agora concentra em mim e diz: ‘Agora você precisa explicar-se a minha superior’. Uma mulher portuguesa. A autoridade. Ela me olha de cima a baixo. Uma cara de deboche, um risinho querendo sair no canto da boca. Continua a falar, digo-lhe da entrevista de emprego, da minha disponibilidade, da minha ficha limpa, dos meus planos pro futuro que dependiam daquela entrevista, faço cara de boa moça, faço cara de quem vai explodir, pergunto a ela por que o outro rapaz foi embora”, continua o relato.

O que Cláudia não esperava que é a mulher tivesse chamado a polícia para resolver a situação e segue relatando uma série de intimidações sofridas. “Tudo a partir daí foi errado. Eu dava um passo ao lado e vinha o fiscal me mandar sentar”, conta na postagem. “Eu perguntei a ele o que aconteceria se eu me recusasse a esperar, quais as implicações legais se eu fosse embora. De novo: ‘Faça para ver o que lhe acontecesse’”, relembra.

Na postagem, que recebeu mais de 2,3 mil curtidas no Facebook e vários comentários solidários e outros xenófobos, Cláudia, que tem dupla nacionalidade, conta que começou a ficar nervosa, o que só piorou a situação para ela. “Comecei a falar mais alto, desespero pegando mesmo, e aí aconteceu. A fiscal ‘superior’ me olhou com uma cara de nojo e disse coisas do tipo: ‘Para de gritar nos meus ouvidos, não estou a gostar de tanto alvoroço, miúda descontrolada, só podia ser brasileira que gosta de barraco, foda-se essa gente’… até que culminou com um ALTO E CLARO: ‘VOLTE PARA O SEU PAÍS!’”.

De acordo com Cláudia, a polícia demorou cerca de 40 minutos, mas ela não conseguiu registrar queixa contra os fiscais ou mesmo a perda dos documentos. “Eu expliquei tudo, eles não deram a mínima. Preencheram uns papéis e foram embora. Nem sequer lá foram pra registrar a perda dos meus documentos”, relata. “NÃO FIZERAM NADA. Só chegaram ali, impuseram sua autoridade E FORAM EMBORA”, revolta-se. A brasileira termina o post reclamando da xenofobia e intolerância demonstrada pela polícia local.

  • Leia mais:

Compartilhe:

Tags: #preconceito
1 / 8
1
01:33
Milícias digitais perseguem MBL após críticas a Bolsonaro
O MBL (Movimento Brasil Livre) deixou de ser aliado para se tornar o novo alvo das milícias digitais pró-Bolsonaro. O …
2
03:41
Manifestação releva descompasso entre o Bolsonaro e a direita
A manifestação marcada para o próximo domingo, dia 26, aparentemente, gerou um desequilíbrio entre os grupos de direita apoiadores do …
3
01:29
Barragem da Vale em Barão de Cocais pode romper a qualquer hora
A barragem da mina do Gongo Soco, localizada em Barão de Cocais, em Minas Gerais pode romper a qualquer momento. …
4
03:36
A mentira do “Sistema” que dificultaria o governo de Bolsonaro
Em uma mensagem divulgada pelo Whatapps na última semana, Bolsonaro disse que o Brasil é "ingovernável" sem "conchavos" e destacou …
5
02:18
Entenda a balbúrdia de Bolsonaro com as manifestações de rua
Um manifestação em apoio ao governo de Jair Bolsonaro e de sua agenda de reformas está marcada para o próximo …
6
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
7
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
8
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …