Cão fica na porta de hospital por 8 dias esperando por dona que faleceu

Por: Redação | Comunicar erro

Uma história do amor entre um cão e sua dona está emocionando os moradores de Sidrolândia, no Mato Grosso do Sul. Lá, um cachorro ficou dias em frente a um hospital onde sua dona, Vergília Gomes, foi internada.

Mas o pior aconteceu, e ela acabou falecendo. Seu cãozinho, no entanto, continuou à espera da mulher e permaneceu na porta do hospital por oito dias. As informações foram divulgadas pelo site “Razões Para Acreditar“.

Reprodução
Cachorro esperou sua dona por oito dias

Comovidos pela história, os funcionários e pacientes ficaram alimentando o cão. Após o caso repercutir na cidade, uma mulher que não foi identificada adotou o animal.

Compartilhe:

1 / 8
1
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
2
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
3
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
4
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
5
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …
6
04:17
Últimas notícias sobre a tragédia em Suzano
7
04:37
Entrevista com Monica Benicio: um ano de luta por Marielle
Monica Benicio não consegue se lembrar de quem era antes da noite do 14 de março de 2018. Naquele dia, …
8
06:46
Uma das publicidades mais geniais da história contra o machismo
Em nosso projeto "Causando", destinado a mostrar marcas que assumem causas, convidamos uma executiva da África para analisar uma publicidade …