Últimas notícias:

Loading...

Carla Zambelli passa por cirurgia e é internada após endometriose profunda

Deputada ficará afastada de suas atividades parlamentares por 15 dias para tratamento e recuperação

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) precisou ser internada na última quarta-feira, 25, no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para tratamento laparoscópico de endometriose profunda e adenomiose uterina, diagnosticadas em agosto.

De acordo com informações passadas pela assessoria da deputada ao UOL, Zambelli ficará afastada de suas atividades parlamentares por 15 dias para tratamento e recuperação.

carla zambelli
Crédito: Câmara dos DeputadosCarla Zambelli é internada com endometriose profunda e passa por cirurgia

Internada e impossibilitada de votar neste segundo turno das eleições, Carla Zambelli tem alguns familiares que tentaram se eleger durante as eleições deste ano, mas não conseguiram.

Em São Paulo, o seu irmão, Bruno Zambelli, se candidatou para vereador pelo PRTB. Conseguiu apenas 12.302 votos, ou 0,24%, número insuficiente para conquistar uma cadeira na Câmara Municipal. Também derrotado, o pai, João Hélio Salgado (Patriota), tentou uma vaga como vice-prefeito em Mairiporã, cidade localizada na Região Metropolitana de São Paulo. Ao lado de Major Paulo (Patriota), a chapa alcançou apenas 9,83% —o eleito, neste caso, foi Aladim (PSDB).

Endometriose

A doença que acomete a parlamentar é uma condição na qual o endométrio, mucosa que reveste a parede interna do útero, cresce em outras regiões do corpo. Ela é mais comum do que parece, e pode ocorrer em gerações seguintes de uma mesma família. Embora, normalmente, a endometriose seja diagnosticada entre 25 e 35 anos, a doença provavelmente começa já alguns meses após o início da primeira menstruação.

Responsável por 50% dos casos de infertilidade feminina, a endometriose acomete entre 9 a 13% das mulheres no mundo todo. Só no Brasil, a estimativa é que 6,5 milhões de mulheres são afetadas pela doença.

A cirurgia à qual Carla Zambelli foi submetida é feita a partir de uma pequena abertura na região do abdômen e, com a ajuda de um laparoscópico, avalia a cavidade pélvica e abdominal. Uma vez encontradas lesões suspeitas, o médico remove todos os focos, drena os cistos endometriais e depois retira a capa que os reveste.

Compartilhe: