Últimas notícias:

Loading...

Cavaletes políticos irregulares tornam-se arte em São Paulo

A Cavalete Parade propõe intervenções artísticas nas campanhas eleitorais que furam a Lei da Cidade Limpa

Por: Redação

No dia primeiro de janeiro de 2007 começou a vigorar em São Paulo a Lei da Cidade Limpa, que tem como objetivo eliminar a poluição visual da cidade, proibindo qualquer tipo de publicidade externa como outdoors, painéis e anúncios em ônibus e taxis.

Em épocas de eleição, contudo, a Lei não vale. São permitidos os cavaletes, santinhos, placas e cartazes, desde que não sejam colocados em viadutos, postes ou pontos de ônibus, o que acaba acontecendo. Como resultado, poluição visual e imobilidade urbana.

Assim surgiu a idéia do movimento Cavalete Parade, que pretende usar os cavaletes irregulares da cidade como telas de arte. A proposta é que as pessoas peguem os cavaletes que não estiverem cumprindo a lei e façam uma intervenção artística neles, deixando à mostra o nome e o número do candidato.

No dia 29 de setembro, às 9h, acontecerá a “exposição”, com todos os cavaletes modificados colocados no canteiro central da Avenida Paulista.

Em 2010 houve uma iniciativa semelhante, idealizada pelo artista Mundano. Confira o resultado.

Adulterando placas irregulares nas Eleições 2010 from mundano on Vimeo.

Compartilhe: