Informar

Contrariando promessa, João Doria se lança ao governo de SP

O prefeito terá de disputar prévias no próximo domingo (18) para que sua pré-candidatura seja confirmada

Por: Redação | Comunicar erro

Durou um ano e três meses o comprometimento do prefeito de São Paulo, João Doria Jr., de não deixar seu cargo para disputar novas eleições.

Carta assinada por João Doria Jr.

Em 16 de setembro de 2016, em entrevista ao Catraca Livre, o então candidato à Prefeitura de São Paulo assinou uma carta em que afirmava que não se candidataria para nenhum outro cargo político (como governador, senador ou presidente) caso fosse eleito como prefeito.

Depois disso, em vários momentos, devido a especulações, ele confirmou que não deixaria o mandato e que “não era candidato a nada”.

Nesta segunda-feira (12), no entanto, o tucano lançou oficialmente sua pré-candidatura ao governo paulista. A narrativa é a de que ele foi “aclamado” por delegados do partido (foram coletadas mais do que o dobro  de assinaturas necessárias para a inscrição) e que vai “aceitar” a missão.

O prefeito terá de disputar prévias no próximo domingo (18) para que sua pré-candidatura seja confirmada.

Uma vez licenciado para disputar a eleição de outubro, mesmo que não se torne governador, Doria não pode voltar ao cargo de prefeito, que será assumido pelo vice, Bruno Covas.

Compartilhe: