Documento comprova que Bolsonaro mentiu sobre morte de Santa Cruz

O próprio governo Bolsonaro emitiu atestado de óbito onde é dito que pai de Santa Cruz foi morto pelo estado durante a ditadura

Por: Redação Comunicar erro

Documento emitido, no último dia 24, comprova que Bolsonaro mentiu sobre morte de Fernando Santa Cruz.

A Comissão de Mortos e Desaparecidos do Ministério dos Direitos Humanos emitiu o atestado de óbito para o pai de Felipe Santa Cruz, atual presidente da OAB, onde diz que o então estudante de Direito “faleceu provavelmente no dia 23 de fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro/RJ, em razão de morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro, no contexto da perseguição sistemática e generalizada à população identificada como opositora política ao regime ditatorial de 1964 a 1985”.

Crédito: ReproduçãoDocumento comprova que Bolsonaro mentiu sobre morte de Santa Cruz

Bolsonaro afirmou, em um vídeo transmitido no Facebook, que Fernando Santa Cruz foi morto por outros militantes da Ação Popular – organização contra a ditadura militar – , mas do Rio de Janeiro.

Há outros relatos que desmentem a versão de Bolsonaro para o desaparecimento do militante de esquerda. No livro “Memórias de uma Guerra Suja”, do escritor Marcelo Netto, é descrito que Fernando foi morto, em 1974, pelos militares, em um local que ficou conhecido como “Casa da Morte”. O imóvel ficava na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Além disso, o jornal ‘O Globo’ teve acesso a um relatório secreto RPB 655, do Comando Costeiro da Aeronáutica, que mostra a prisão do estudante de direito pelo regime em 22 de fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro. Anexado ao relatório da Comissão Nacional da Verdade (CNV), o documento comprova que Fernando Santa Cruz estava sob proteção do Estado quando desapareceu.

Crédito: Reprodução/Arquivo NacionalDocumento comprova que Bolsonaro mentiu sobre morte de Santa Cruz

Felipe Santa Cruz nunca recebeu informações oficiais sobre a morte de seu pai. Nem ele, nem ninguém de sua família.

1 / 8
1
08:59
Lobão analisa a relação de Bolsonaro com seus filhos
Um dos poucos nomes do meio artístico a apoiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o músico Lobão revelou recentemente …
2
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
3
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
4
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
5
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
6
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
7
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
8
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …