Publicidade

Informar

Em debate, Hillary acusa Trump de sexismo e sonegação

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

Em debate eleitoral pela presidência dos Estados Unidos nesta segunda-feira, dia 26, Hillary Clinton e Donald Trump deram indícios sobre as posturas que vão adotar na reta final da disputa. O evento, assistido por mais de cem milhões de telespectadores, foi marcado pela troca de acusações e ironias.

Nos 95 minutos de duração, a democrata acusou o republicano de ser racista, sexista e de sonegar impostos. Trump tentou interromper Hillary e aparentou estar nervoso em diversos momentos.

Um dos pontos altos do debate foi a resposta da candidata quando Trump disse que ela não teria “energia” para ser presidente. “Depois de viajar por 112 países, negociar acordos de paz, e até mesmo passar 11 horas dando depoimento no Congresso, como eu fiz, você pode falar sobre ter energia?”, respondeu.

A democrata afirmou que o republicano começou sua carreira política a partir de uma “mentira racista” ao insinuar que Barack Obama não nasceu nos EUA. “Ele iniciou sua atividade política baseado nesta mentira racista de que nosso primeiro presidente negro não é um cidadão norte-americano. Não havia absolutamente nenhum indício disso. Mas ele persistiu. Persistiu ano após ano”.

O debate foi marcado pela troca de acusações e ironias entre Trump e Hillary
Crédito: HeloisaO debate foi marcado pela troca de acusações e ironias entre Trump e Hillary

Hillary também questionou o tratamento de Trump às mulheres e minorias. Além disso, ela insinuou que ele vem se recusando a divulgar sua declaração de imposto de renda para evitar mostrar que não pagou quase nada em impostos federais.

Em reação, o candidato disse que, como empresário, pagar impostos baixos é importante. “Isso faz de mim uma pessoa esperta. Tenho uma renda enorme”, afirmou ele, acrescentando que está na hora de alguém que entende sobre dinheiro administrar o país.

Trump ainda indagou que só vai divulgar a documentação sobre seu imposto de renda quando Hillary publicar os 33 mil e-mails que foram deletados. Ele se referiu ao escândalo provocado pelo uso de mensagens oficiais em seu computador particular, quando era secretária de Estado norte-americano. A democrata admitiu o episódio durante o debate e assumiu a responsabilidade “pelo equívoco”.

Logo após o evento, uma pesquisa da CNN/ORC mostrou que 62% dos entrevistados acreditaram que Hillary venceu, enquanto apenas 27% sentiram que o republicano foi o vencedor. Agora é esperar pelas eleições no dia 8 de novembro.

Assista:

https://youtu.be/8j3KXg0b7UY

Com informações do HuffPost Brasil

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Você sabe o que é feminicídio?

O restaurante de comida havaiana do ex-masterchef Ravi

Conheça o lavandário de Cunha

ASMR: O fenômeno do "orgasmo mental"

Publicidade