Emma Watson diz que foi desencorajada a usar a palavra ‘feminismo’ em discurso

Por: Redação

A atriz inglesa Emma Watson, de 25 anos, disse em entrevista à revista ‘Porter’ que, antes de fazer o discurso que inaugurou a campanha feminista #HeForShe em 2014, na Organização das Nações Unidas (ONU), ela foi desencorajada a usar a palavra “feminismo”, que representa o movimento de empoderamento das mulheres.

“Fui aconselhada a não usar a palavra feminismo porque as pessoas acharam que seria alienante e divisória”, contou a atriz. “E a ideia do discurso, em um todo, era de incluir [nele] a maior quantidade possível de pessoas”, completou.

Em entrevista, a atriz relata que foi aconselhada a não usar a palavra “feminismo”

Watson discorda completamente de quem disse isso a ela. “Mas eu pensei bastante e, no fim, senti que [usar a palavra] era a coisa certa a se fazer. Se mulheres têm medo de usar a palavra, como os homens começarão a usá-la?”, completou. A inglesa iniciou a série de 100 capas da revista ‘Porter’ com “mulheres incríveis”.

Em 2014, Emma Watson foi eleita embaixadora da boa vontade pelas Nações Unidas e lançou a campanha “HeForShe” para encorajar os homens a se unirem às mulheres na luta pela igualdade de gêneros. A iniciativa consolidou a atriz como uma das grandes vozes do feminismo no mundo.

Compartilhe: