Informar

Emma Watson escondeu 100 livros feministas no metrô de Londres

Livros ganharam uma dedicatória escrita pela atriz e embaixadora da boa vontade da agência ONU Mulheres

Por: Redação | Comunicar erro

Além de ser uma atriz de sucesso, Emma Watson também é uma voz extremamente ativa sobre o feminismo e os direitos das mulheres. Uma de suas últimas ações neste sentido tem sido o de espalhar uma centena de livros feministas com dedicatórias escritas por ela em diferentes estações do metrô de Londres.

A ideia para a ação surgiu depois que a atriz e embaixadora da boa vontade da agência ONU Mulheres resolveu criar uma espécie de clube do livro para os seguidores de seu perfil no Twitter. Batizado de Our Shared Shelf, o clube incentiva a leitura de clássicos feministas e publicações contemporâneas, como as biografias de mulheres como Carrie Brownstein e Caitlin Moran.

Emma Watson com o livro que ela espalhou pelos estações de metrô
Emma Watson com o livro que ela espalhou pelos estações de metrô
Emma Watson
Emma Watson

Para promover a leitura do livro da vez, “Mom and Me and Mom”, da norte-americana Maya Angelou, Emma espalhou as publicações por algumas escadas rolantes e até em lugares onde estão dispostos os mapas das estações. A atriz contou com a ajuda do projeto Books on the Underground, que tem como objetivo incentivar a leitura por meio de livros compartilhados no transporte público da capital da Inglaterra.

???????? @booksontheunderground @oursharedshelf #Mom&Me&Mom

Um vídeo publicado por Emma Watson (@emmawatson) em

Compartilhe: