Últimas notícias:
Loading...

Empresa canadense transforma esgoto em fertilizante para plantações

Nutrientes presentes nas águas residuais podem ser alternativa para a produção comum de fertilizantes

Embora fale-se muito da falta de água e da falta de petróleo, é com o fósforo que o mundo deve começar a se preocupar. Pelo menos é isso que pensa a empresa Ostara, que está desenvolvendo métodos mais eficazes de uso do fósforo, como resgatá-lo do esgoto.

Mas por que é tão importante? O fósforo fornece nutrientes para o crescimento das plantas. O problema é que ele é majoritariamente extraído do solo e o Marrocos e a região do Sahara Ocidental possuem 77% das reservas mundiais de rochas fosfáticas. Além disso, a transformação dessas rochas em fertilizante (processo mais comum) perde cerca de 60% dos nutrientes do fósforo, que acabam desperdiçados durante o processo e descartados na rede de esgoto.

O que a empresa canadense quer fazer é reparar esse ciclo e encontrar uma nova fonte, extraindo nutrientes como o fosfato diretamente de fluxos de águas residuais (esgoto bruto) e transformá-los em adubo viável. O processo é simples: a empresa leva água de instalações de tratamento municipais e industriais e extrai fósforo, nitrogênio e até amônia a partir do fluxo. Produtos químicos são adicionados à sulução rica em nutrientes para formar pequenas partículas.

O resultado disso é um fertilizante comercial denominado “cristal verde”. Ele ajuda a deter algumas das ações prejudiciais do meio ambiente porque as partículas são projetadas para liberarem lentamente seus nutrientes.

Via FastCompany.