Empresa oferece reformas sustentáveis em comunidades do RJ

Com soluções sustentáveis e criativas, estudante de arquitetura e sócia criaram projeto inovador nos morros do Rio de Janeiro. Conheça a empresa Favelar

Por: Redação

O estudante de engenharia civil Fábio Moraes encontrou na fila do desemprego sua maior vocação profissional: “sou empreendedor por necessidade”. Após dois anos em busca de emprego, o jovem de 24 anos pôs em prática o antigo sonho de ter o próprio negócio.

Ao lado da arquiteta Millena Miranda, criou a Favelar Arquitetura, empresa que oferece reformas de baixa complexidade e outros projetos, por meio de soluções criativas e sustentáveis.

Atuando em comunidades do Rio de Janeiro, caracterizadas por imóveis úmidos e muitas vezes insalubres,  a empresa tem como objetivo mudar a realidade dos milhares de moradores. Em entrevista ao Projeto Draft, Fábio explicou:

“Nossa proposta é levar dignidade e reduzir a insalubridade dos imóveis de comunidade. A popularização da construção sustentável é consequência”.

Para da vida aos projetos, Millena reúne uma equipe de colaboradores, formada por pintores, eletricistas, pedreiros, encanadores – da própria comunidade. Sob a supervisão de Fábio, que também responde pela gerência do negócio, os funcionários botam a mão na massa.

Consciência ambiental 

Além da mão de obra local, a empresa dá preferência ao uso de materiais ecológicos, que são usados de forma ambientalmente responsáve

Por isso, a Favelar busca soluções criativas e sustentáveis nas construções – como racionalização na geração de entulho, destinação correta dos resíduos, melhor aproveitamento de recursos naturais como iluminação e ventilação.

“Na favela, os entulhos geralmente são jogados nas encostas. Isso acaba provocando mais problemas para aquele ambiente e para os moradores”, conta Fábio. Ele também comenta que, nas obras feitas pelos “faz-tudo”, sem assessora técnica, muitas vezes os problemas dos imóveis vão se sobrepondo até virar uma bola de neve.

Segundo os proprietários, o grande desafio da empresa é mudar a lógica de construção em comunidades, ressaltando a importância da construção técnica, além das vantagens da arquitetura sustentável – que oferece benefícios práticos como o melhor conforto térmico e iluminação dos imóveis.

Compartilhe: