Esposa de João de Deus pode ser indiciada como coautora de crimes

Ana Keyla Teixeira Lourenço alega que acusações são caluniosas

Por: Redação | Comunicar erro
joão de deus Ana Keyla Teixeira Lourenço
Crédito: Reprodução/InstagramJoão de Deus e a esposa, Ana Keyla Teixeira Lourenço, que pode ser indiciada junto com o médium

Ana Keyla Teixeira Lourenço, esposa de João Teixeira Faria, o João de Deus, pode ser indiciada como coautora dos supostos crimes envolvendo o médium por posse ilegal de arma de fogo e lavagem de dinheiro.

A bacharel em Direito foi ouvida pela delegada Paula Meotti, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em Goiânia, segundo o jornal “Folha de S. Paulo”.

Entretanto, até o momento, a defesa de João de Deus segue negando todos os crimes, enquanto Ana Keyla alega que todas as denúncias são caluniosas.

Acusado de abuso sexual, João de Deus depôs nesta quarta-feira, 26, ao Ministério Público do Estado de Goiás. Segundo o advogado Alberto Toron informou ao portal G1, o médium afirmou que não se lembrava das mulheres que o acusam e também negou que tenha cometido abusos contra mulheres que estavam em busca de tratamento espiritual.

Toron afirmou que todas as perguntas foram respondidas. “Ele disse que não se lembrava de quem eram as vítimas, ressaltou que atendida muitas pessoas e que era impossível lembrar pelo nome, até porque não foi mostrada nenhuma foto.”

O advogado também comentou que as questões foram apenas ligadas às denúncias de abuso sexual. Perguntas sobre o dinheiro encontrado na casa do médium, armas e pedras preciosas não foram feitas.

De acordo com outro defensor do médium, Alex Neder, ele sempre fez atendimentos “acompanhado de várias pessoas”.

João de Deus está preso preventivamente  desde 18 de dezembro, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. O depoimento começou cerca de 10h40 e acabou perto do meio-dia.

DENÚNCIAS

Os promotores iniciaram uma força-tarefa para apurar as denúncias contra o médium após relatos de mulheres virem à tona no programa Conversa com Bial, no início de dezembro. Até a manhã desta quarta-feira, o MP-GO recebeu quase 600 denúncias, por e-mail, contra o médium, informou a Agência Brasil.

Do total de relatos, a força-tarefa colheu 78 depoimentos de mulheres. Outra pessoa deve ser ouvida nesta tarde.

A mulher de João de Deus, Ana Keyla Teixeira, deve ser ouvida pela Polícia Civil nesta quarta-feira (26). Assim como o MP-GO, a corporação montou uma força-tarefa para apurar os crimes. Os policiais receberam 16 denúncias, sendo que nove viraram inquéritos – um deles já concluído e indicia o médium por violação sexual mediante fraude, e os demais seguem em andamento.

Compartilhe:

1 / 8
1
04:47
Entenda como o fogo na Amazônia virou uma crise internacional
O fogo que consome a Amazônia, maior floresta tropical do mundo, já representa 52,5% de todas as queimadas registradas no …
2
02:58
Como se prevenir de doenças
Você sabe o que são as doenças crônicas não transmissíveis? Hoje, a Dra. Aline Oliveira, médica de família, fala sobre ações …
3
03:13
Kinoplex: o cinema sem defeitos em São Paulo!
Quem disse que cinema de shopping é tudo igual? São Paulo acaba de ganhar um espaço exclusivo, com seis salas …
4
08:59
Vinicius Poit defende Salles como ministro do Meio Ambiente
O deputado federal Vinicius Poit (NOVO-SP) defendeu a permanência de Ricardo Salles como ministro do Meio Ambiente no Governo Bolsonaro. …
5
02:28
Quais são os sintomas que são gerados pelo estresse?
Com a correria do dia-a-dia somos facilmente pegos pelo estresse. E o nosso corpo indica sinais de que estamos fisicamente …
6
03:52
Surge o BolsoLula: os mesmos vícios da velha política brasileira
No vídeo, o jornalista Gilberto Dimenstein explica o conceito da expressão 'BolsoLula' e analisa as consequências da interferência política exercida …
7
04:15
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 1
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
8
03:02
Jair Bolsonaro é louco, ignorante ou irresponsável?
O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento nesta quarta-feira, 21, apontando que ONGs poderiam estar por trás das queimadas na …