Esta paródia de Vai Malandra é um hino contra assédio no Carnaval

"Vai Malandro, o assédio começa depois do não", diz o refrão

O clipe foi lançado pelo canal “É Cena”
  • “Vai Malandro,
    O assédio começa depois do não.
    Tá pedindo,
    Se prepara, vou falar, presta atenção.
    Cê aguenta,
    Se eu falar que eu não quero,
    Escute o não”

O trecho citado acima é o refrão de uma paródia de “Vai Malandra”, da Anitta, e faz um apelo contra o assédio sexual durante o período do Carnaval. Intitulado “Vai Malandro”, o clipe foi lançado neste domingo, dia 4, pelo canal no YouTube “É Cena”, um projeto da atriz Fernanda Brandão.

Feito apenas por mulheres, o vídeo viralizou no Facebook logo que foi publicado e somava 380 mil visualizações até a publicação desta reportagem. A direção é de Fernanda e Gislaine Miyono.

Ao Catraca Livre, a atriz contou que, embora seu canal seja feito apenas por ela e seu companheiro — o ator e produtor Rafael Procópio —, no caso de “Vai Malandro” a ideia foi ter a participação de mulheres em toda a produção. “Eu queria as mulheres cantando, dançando, dirigindo e pensando no figurino. Primeiro, convidei algumas que já conhecia e, depois, fiz um chamado no Facebook para convocar as musicistas a participarem da gravação.”

O vídeo viralizou nas redes sociais e já tem 380 mil visualizações

A letra da paródia foi criada pela atriz e educadora Jéssica Policastri. “Eu estava com essa música na cabeça e, recentemente, assisti a um vídeo da Jout Jout que falava ‘depois do não, tudo é assédio‘. Então, um dia, estava no trem e encaixei a canção a essa frase. Foi meio sem querer”, afirma.

“Quando terminei a letra, percebi que ficou boa e que daria para criar algo bacana, como uma campanha nessa época do Carnaval. Aí ofereci a paródia para a Fernanda, que é minha amiga, e ela super topou. O trabalho todo é dela com todas as meninas”, completa Jéssica.

A mensagem da música é clara: não importa a roupa ou situação; o corpo da mulher NÃO é público. “Cada vez mais a gente precisa lutar por uma sociedade em que as mulheres possam frequentar espaços sem terem medo de serem assediadas”, finaliza a educadora.

Segundo a criadora do canal, o vídeo tem recebido muitos comentários machistas, misóginos e gordofóbicos. “São comentários de violência e que mostram que é nítido como as pessoas não entendem a diferença entre flerte e assédio“, diz Fernanda.

Assista ao clipe e confira a ficha técnica:

  • “Vai, malandro”
    O assédio começa depois do NÃO – Uma releitura da música Vai, Malandra
    Idealização e produção: É Cena
    Direção: Gislaine Miyono e Fernanda Brandão
    Imagens e edição: Gislaine Miyono
    Assistente de produção: Rafael Procópio
    Letra: Jéssica Policastri
    Arranjo: criação coletiva
    Gravação e edição de áudio: Inaê
    Figurino e visagismo: Érica Ribeiro
    Ana Carvalho: bailarina
    Carol DeCris: surdo e coro
    Fernanda Brandão: atriz
    Fernanda Ferreira: caixa, rocar e coro
    Inaê: voz e trombone
    Luana Oliveira: tamborim e coro
    Luciana Sonck: voz e ganzá
    Agradecimento: Nathalia Glitz
    Apoio: Cia do Pássaro

Campanha #CarnavalSemAssédio

Pelo terceiro ano consecutivo, o Catraca Livre promove a campanha #CarnavalSemAssédio com o objetivo de lutar por respeito na folia e pelo fim da violência contra a mulher. Quem está com a gente: a ONU Mulheres, a ONG Plan International, os blocos Mulheres Rodadas e Maria Vem Com as Outras, as redes Minha Sampa e Meu Recife, os coletivos Nós, Mulheres da Periferia, Não é Não e Vamos juntas? e as prefeituras de São Paulo e Salvador.

  • Leia mais:
1 / 8
1
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
2
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
3
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
4
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
5
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
6
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
7
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …