Estudantes choram incomodadas e não posam para foto com Bolsonaro

Estudantes protestaram ao tirar foto ao lado do presidente

Por: Redação Comunicar erro

Meninas estudantes do Colégio Bandeirantes choraram para não sair em fotografia ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PSL), durante a viagem de alunos a Brasília, revelou a Folha de S.Paulo.

Segundo relatos, “um grupo de quatro a sete meninas se recusou a aparecer no retrato. Algumas teriam chorado diante do incômodo com a situação”, contou o jornal.

Crédito: Agência Brasil 

A viagem é um programa extracurricular de um dos colégios mais tradicionais de São Paulo, que acontece desde 2013.

“E este movimento do pessoalzinho aí que eu cortei verba, o que vocês acharam?”, indagou Jair Bolsonaro ao grupo de estudantes do Colégio Bandeirantes que faziam excursão pela Capital Federal no sábado, 18.

“Um lixo. A gente é estudante de verdade. A gente estuda”, respondeu um dos alunos, segundo a Folha.

A frase do aluno chamando seus colegas das escolas públicas e de várias particulares de “lixo” fez coro com estudantes que gritavam antes do presidente chegar “ô Bolsonaroooo, cadê você, eu vim aqui só pra te ver”.

Na foto onde cerca de 25 jovens sorriem para a câmera ao lado de Bolsonaro, dois fazem um L com o dedo polegar e o indicador, em referência ao slogan “Lula Livre”, que pede a soltura do petista.

“‘Meu filho ligou e falou: mãe, você não vai acreditar: estamos entrando para ver o Bolsonaro’”, disse a Folha, a mãe de um dos estudantes que protestou na foto e optou por não divulgar sua identidade. “‘Depois ele falou que estava só com 1% de bateria e desligou’”, completou a mãe.

Segundo a Folha a mãe afirmou ter chorado de orgulho do filho, porque é contrária às ideias de Bolsonaro e ao que ele representa desde antes da eleição.

Para ela o gesto do filho “não necessariamente como uma defesa de Lula, mas uma tomada de posição contra o presidente e a favor do direito de divergir”, disse o jornal.

Mauro de Salles Aguiar, diretor presidente do Bandeirantes, apoiou Bolsonaro nas últimas eleições. Também endossou a candidatura da atual senadora Mara Gabrilli, do PSDB de São Paulo, enviando propaganda aos pais.

1 / 8
1
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
2
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
3
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
4
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
5
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …
6
06:21
Prefeito do Rio censura HQ dos Vingadores por conta de beijo gay
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mandou recolher todos os exemplares do gibi “Vingadores – A Cruzada das …
7
04:35
Facada em Bolsonaro completa um ano com mais uma cirurgia
O presidente Jair Bolsonaro, comemorou junto à imprensa nesta sexta-feira, 6, o que chamou de “aniversário” de um ano da …
8
10:37
Entenda a mente do Bolsonaro por Alexandre Frota e Fernando Holiday
Os deputados, ex-aliados do governo Bolsonaro, Alexandre Frota (PSDB) e Fernando Holiday (DEM) estiveram na Catraca Livre e falaram sobre …