Ex-candidato, Datena diz ter conexão espiritual com Bruno Covas

O apresentador ainda explicou porque desistiu de disputar a Prefeitura de São Paulo nas eleições municipais deste ano

Por: Redação
Ouça este conteúdo

José Luiz Datena revelou, nesta quinta-feira, 13, durante seu programa na TV Band, Brasil Urgente, que desistiu de sua candidatura à Prefeitura de São Paulo por causa do atual prefeito e provável candidato a reeleição, Bruno Covas (PSDB). O apresentador ainda teceu elogios ao político e disse ter uma conexão espiritual com ele.

Crédito: Reprodução e GovespDatena revela que desistiu da candidatura em SP por Bruno Covas

No início do programa, Datena disse a Cátia Fonseca que iria jantar com um amigo importante. “É um amigo muito querido. Vou falar logo quem é, é o Bruno, nosso querido Bruno Covas. A gente faria uma chapa, ele prefeito e eu vice, mas não deu certo. Vamos fechar de uma maneira positiva”, explicou o apresentador.

“Gosto muito do Bruno. Eu sairia mais candidato a político porque gosto demais dele”, complementou Datena. Foi então que Cátia perguntou se Covas é “boa gente” e recebeu a seguinte resposta do apresentador: “Nossa, bom demais! E eu tive passagens com ele que são espirituais”.

Datena falou sobre o apoio que recebeu do prefeito de São Paulo quando realizou uma angioplastia, no início deste ano, enquanto Bruno Covas realizava seu tratamento contra o câncer, no mesmo hospital.

“Ele me ajudou demais espiritualmente, mentalmente. Ele tem empatia e eu estava com medo terrível de colocar aquelas molinhas no coração, os stents, e ele falou assim: ‘Olha, você veio aqui. Eu tô enfrentando a doença numa boa’. Quando eu vi ele enfrentar a doença com coragem me deu força. Vou encerrar esse ciclo, claro que vou continuar sendo amigo do Bruno, só não vou entrar na política. Tudo que termina bem é porque tem gente boa envolvida”, afirmou Datena.

Datena desistiu de disputar a Prefeitura de São Paulo, pela terceira vez, na semana passada. “Eu tinha que escolher entre os políticos e o Jhonny Saad, a família Saad e a casa e eu escolhi a casa. Eu preferi a história da Bandeirantes”, disse ele em seu programa.