Imagem do Topo

Exibição de documentário e debate sobre assédio na Assembleia de SP

A produção "Precisamos falar do Assédio" será seguida de um debate sobre o assunto com a diretora Paula Sacchetta

Por: Redação | Comunicar erro

O documentário “Precisamos falar do Assédio” será exibido gratuitamente neste domingo, 14, na Assembleia de SP, às 14h. A iniciativa faz parte do CineAlesp – um ciclo exibições de filmes para transformar a casa de leis em cinema, aproximando a população do local e debatendo temas de relevância para a vida dos cidadãos – e conta com o apoio do gabinete da deputada estadual Marina Helou (REDE).

O documentário é parte de um projeto da diretora Paula Sacchetta, que estará presente no evento, assim como a deputada. É uma iniciativa que visa dar força ao debate sobre o tema que ainda é um problema grave de violência contra a mulher.

Mais da metade das jovens brasileira têm medo de sofrer assédio – esse número é maior do que em países como a Índia e o Quênia. Não é para menos. Nos últimos doze meses, segundo dados do Datafolha, 22 milhões de brasileiras passaram por algum tipo de assédio.

Veja como agir caso você seja vítima de assédio ou estupro

Crédito: DivulgaçãoSegundo dados do Datafolha, 22 milhões de brasileiras passaram por algum tipo de assédio.

E a questão se intensifica quando o assunto é denunciar o agressor ou procurar ajuda. A maioria das vítimas (52%) sofre calada. O assédio é uma das muitas violências contra a mulher que seguem precisando ser tema de muito debate e, principalmente, de políticas públicas.

Para participar, basta se inscrever gratuitamente, clicando aqui.  Dúvidas e informações por e-mail: participacao@marinahelou.com.br.