Falso agente de modelos que exigia ‘teste do sofá’ é preso

Por: Redação

Um universitário de 24 anos, morador de Sorocaba, no interior de São Paulo, foi preso por policiais civis após se passar por agente de modelos exigindo favores sexuais de candidatadas interessadas em ganhar até R$ 15 mil por mês. Ele publicava frases como: “Buscamos meninas gananciosas e ambiciosas que façam qualquer coisa para garantir a vaga”.

Segundo o jornal Estadão, ele usava redes sociais para atrair interessadas e, antes da assinatura do contrato, sugeria às candidatas um “teste do sofá”.

“Sairia com alguém pra ter a vaga?”, disse o rapaz

Uma candidata simulou interesse à oferta, marcou um encontro com ele e chamou a polícia. O agressor foi preso na sexta-feira (3) em flagrante por tentativa de estupro mediante fraude, mas irá responder em liberdade pelo crime.

À polícia, a jovem afirmou que o rapaz disse que representava uma grande agência da capital e começou a assediá-la. Ele propôs um teste em que ela teria de ser fotografada em roupas íntimas.

O suspeito, que não teve o nome divulgado, foi preso no local em que havia marcado encontro com a jovem, em uma praça de Salto de Pirapora. Leia a reportagem na íntegra aqui.

  • Veja também: A cada três horas, uma mulher é estuprada no Brasil. No total, são oito vítimas de violência sexual por dia. Esses dados representam apenas os casos que são denunciados pelo telefone 180, do Governo Federal. Confira na reportagem.

Compartilhe: