CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Falta de pessoal é principal problema das delegacias da mulher

Pesquisa do Instituto DataSenado foi feita com 625 profissionais de 357 delegacias especializadas

Por: Redação

Pesquisa inédita do Instituto DataSenado, em parceria com o OMV (Observatório da Mulher contra a Violência) e o Alô Senado, revela que a falta de pessoal é o principal problema enfrentado pelas Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher, apontado por 66% dos profissionais entrevistados.

Ação da Prefeitura do Rio incentiva a denúncia contra a violência doméstica
Ação da Prefeitura do Rio incentiva a denúncia contra a violência doméstica

O número de delegacias também foi citado como fragilidade: 57% afirmaram que a quantidade é insuficiente para atender à demanda _ a porcentagem sobe para 86% na região Norte. As informações são da Agência Senado.

Apesar de 57% dos policiais terem dito que a violência contra a mulher “não pode ser justificada”, 28% dos entrevistados acreditam que ela “pode ser justificada tanto pelo comportamento do homem quanto da mulher”. Se considerarmos apenas os policiais com mais de 20 anos de experiência no atendimento a mulheres em situação de violência, a porcentagem dos que culpam parcialmente a vítima sobe para 39%.

Na maioria das delegacias especializadas (66%), não é oferecido apoio psicológico às mulheres. Salas reservadas para as vítimas registrarem o boletim de ocorrência, porém, são uma realidade em 69% dos casos.

A pesquisa revela também que, segundo 86% dos entrevistados, ainda há casos de mulheres que desistem de fazer o BO. O lado bom é que a frequência é baixa: 94% dizem que os recuos acontecem raramente ou às vezes.

Os profissionais que trabalham nas delegacias são em sua maioria mulheres (72%), com idades entre 30 e 49 anos (70%) e ensino superior completo (83%).

Foram entrevistados 625 profissionais de 357 delegacias especializadas. Quase metade das delegacias (48%) são exclusivas para as mulheres em situação de violência.

1
Morre Gilberto Dimenstein, jornalista e fundador da Catraca Livre
É com profunda tristeza que a Catraca Livre anuncia o falecimento de seu fundador, Gilberto Dimenstein, aos 63 anos de …
2
Entenda a operação da Polícia Federal de combate às fake news
O combate às fake news ganhou um novo e importante capítulo nesta semana com a Polícia Federal realizando uma série …
3
Witzel é alvo da PF; Zambelli antecipa operação em entrevista
A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira, 26, a Operação Placebo, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro nas …
4
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
5
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
6
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
7
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
8
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …