Feliciano pede R$ 157 mil de reembolso odontológico à Câmara

O pedido de reembolso havia sido apresentado em abril e rejeitado pela equipe técnica, mas a Mesa Diretora aprovou o gasto

Por: Redação

Depois de ter sido rejeitado pela área técnica, a Câmara dos Deputados aprovou um reembolso odontológico no valor de R$ 157 mil ao deputado Marco Feliciano (Podemos-SP). Segundo o parlamentar, o gasto se refere a um tratamento para corrigir problemas relacionados ao bruxismo, além de coroas e implantes dentários.

Crédito: Reprodução/InstagramMarco Feliciano gastou R$ 157 mil para melhorar o sorriso

O pedido, feito em abril, foi rejeitado pela de perícia da Câmara por apresentar incompatibilidade de valores. Agora, a Mesa Diretora, composta por sete deputados, aprovou o reembolso.

“É um tratamento caro, mas foi para saúde, e não para estética. Foi para poder trabalhar. Como sou empregado, e onde trabalho há esta alternativa, eu precisava do tratamento”,  disse o parlamentar ao Estadão. “Não há crime.”

Feliciano fez o tratamento em uma clínica em Luziânia (GO), a 47 quilômetros de Brasília.

Desde 2013, despesas de até R$ 50 mil são autorizadas quase automaticamente. Acima desse valor, o pedido precisa ser aprovado pela Mesa Diretora.

Compartilhe: