Funcionário direciona mãe para o banheiro da loja para amamentar

O Catraquinha sempre reforça que mulheres precisam se sentir livres para amamentar em qualquer lugar. Mas este direito ainda não é respeitado em muitos lugares do mundo.

Dezrin Ward, 22 anos, foi forçada a amamentar sua bebê de 11 meses em um trocador infantil “gelado” em uma loja de departamento britânica chamada Debenhams. Ela ficou lá por aproximadamente 40 minutos, sem que a equipe a dissesse que havia um café onde ela poderia amamentar.

A notícia foi divulgada pelo portal Daily Mail. Moradora da cidade de Trentham, na Inglaterra, ela disse que ficou revoltada quando foi dirigida ao vestiário para bebês para alimentar sua filha, Remi Cooper.

Após a repercussão, a empresa pediu desculpas por qualquer desconforto que Dezrin tenha vivenciado, alegando ter sido um “incidente isolado”.

A mulher explicou que estava fazendo compras quando Remi começou a chorar. Inicialmente, ela foi informada por um membro da equipe que havia uma área dentro da seção infantil da loja onde ela poderia amamentar.

“Sinto que as pessoas precisam perceber que a amamentação é uma coisa normal e as mães que fazem isso não devem ser penalizadas e banidas para um banheiro”, disse Dezrin.

Mas como não conseguiu encontrar, outro assistente de loja a mostrou o vestiário para bebês.

“Entrei lá e havia dois banheiros, uma área para a troca de bebê e uma cadeira. A bebê estava histérica e havia uma fila de mulheres que queriam usar o espaço”.

Como ela não queria amamentar no banheiro e nem fazer as outras mulheres esperarem para usar o trocador, ela decidiu se sentar no lado de fora. “Eu tentei alimentá-la lá. Havia homens e mulheres passando e estava frio.

“Fiquei sentada lá por um bom tempo e uma mulher que trabalha com a limpeza do local veio até mim e  disse que não acreditava que eu estava alimentando naquele lugar. Outro membro da equipe disse que não tinha uma área de amamentação no prédio e depois mencionou que o café era um lugar onde eu poderia amamentar”.

Segundo a mãe, todos os funcionários sabiam que o café era um lugar adequado e ter recebido essa informação com antecedência evitaria essa situação embaraçosa.

“É chocante que um negócio como Debenhams não tenha essa facilidade. Foi uma experiência humilhante. Pessoas passavam olhando para mim e o cheiro vindo dos banheiros era horrível. Eu tive que me sentar por 30-45 minutos. Eles realmente precisam rever a política sobre isso e a equipe precisa saber onde é possível amamentar, não em um banheiro. Sinto que as pessoas precisam perceber que a amamentação é uma coisa normal e as mães que fazem isso não devem ser penalizadas e banidas para um banheiro”.

Clique aqui para ler na íntegra, em inglês.


Leia mais

1 / 8
1
01:33
Milícias digitais perseguem MBL após críticas a Bolsonaro
O MBL (Movimento Brasil Livre) deixou de ser aliado para se tornar o novo alvo das milícias digitais pró-Bolsonaro. O …
2
03:41
Manifestação releva descompasso entre o Bolsonaro e a direita
A manifestação marcada para o próximo domingo, dia 26, aparentemente, gerou um desequilíbrio entre os grupos de direita apoiadores do …
3
01:29
Barragem da Vale em Barão de Cocais pode romper a qualquer hora
A barragem da mina do Gongo Soco, localizada em Barão de Cocais, em Minas Gerais pode romper a qualquer momento. …
4
03:36
A mentira do “Sistema” que dificultaria o governo de Bolsonaro
Em uma mensagem divulgada pelo Whatapps na última semana, Bolsonaro disse que o Brasil é "ingovernável" sem "conchavos" e destacou …
5
02:18
Entenda a balbúrdia de Bolsonaro com as manifestações de rua
Um manifestação em apoio ao governo de Jair Bolsonaro e de sua agenda de reformas está marcada para o próximo …
6
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
7
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
8
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …