Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Gabriel Monteiro é acusado de fazer orgia com crianças e adolescentes

Polícia cumpre 11 mandados de busca e apreensão. O vereador é investigado por disponibilizar vídeos com cenas de sexo explicito com criança e adolescentes

Por: Redação

Um assessor afirmou em depoimento à polícia que o vereador Gabriel Monteiro (PL) fazia orgias com crianças e adolescentes. Segundo esse assessor, havia uso de drogas pelo vereador e pelos menores de idade. Os eventos aconteciam na mansão do parlamentar, onde a Polícia Civil do Rio de Janeiro realiza uma operação de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (7).

Crédito: ReproduçãoGabriel Monteiro é acusado de fazer orgia com crianças e adolescentes

“Teve vezes que já cheguei lá na casa dele e encontrei ele virado de festas, com meninas saindo de lá chorando, aparentando ter sido estuprada pelo Gabriel”, afirmou o assessor que revelou ser frequentes as festas com orgia na casa do parlamentar e que a maioria das convidadas eram menores de idade.

O depoimento foi um dos motivos que motivaram a operação desta quinta. O mandado foi expedido no âmbito da investigação sobre o vazamento de um vídeo íntimo de Gabriel Monteiro fazendo sexo com uma adolescente de 15 anos.

Agentes da Polícia Civil cumprem os mandados de busca e apreensão contra Gabriel e outras seis pessoas, entre assessores e ex-funcionários dele. Não há mandados de prisão.

Entre os endereços visados estão a casa do vereador, em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, e o gabinete dele na Câmara de Vereadores, no Centro do Rio.

Os mandados foram expedidos pelo Plantão Judiciário. Na decisão, o juiz Guilherme Grandmasson Ferreira Chaves, autoriza, a pedido do delegado Luís Armond, titular da 42ª DP, a apreensão de material e outros objetos que possa conter relação com a prática desse tipo de crime, como laptops, computadores, tablets, celulares, kindles, smartphones, mídias externas e portáteis, como HDs, pendrives, CDs e DVDs.

Gabriel pode responder por distribuir material pornográfico envolvendo menores (Artigo 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente). A pena chega a seis anos de prisão mais multa.

O parlamentar também enfrenta uma representação na Câmara Municipal do Rio por conta do vazamento deste vídeo dele fazendo sexo com uma menina de 15 anos e acusações de assédio moral, sexual e agressões feitas por assessores e ex-funcionários

Gabriel Monteiro pode perder o mandato como vereador do Rio de Janeiro.

O vereador entrou para as páginas policiais do noticiário, após uma reportagem do Fantástico, da TV Globo, mostrar ex-funcionários de seu gabinete o acusando de vários crimes, como assédio sexual, moral e estupro.