Governo Bolsonaro faz manobra para dar a aliado hiper salário

As mudanças foram feitas para permitir a contratação do produtor agropecuário Paulo Vilela, que se candidatou a deputado federal pelo PSL em 2018

Por: Redação | Comunicar erro

O governo Bolsonaro faz uma manobra em empresa pública para contratar aliados do PSL com hiper salários que podem chegar a R$ 34 mil mensais. Com informações do jornal “Folha de S.Paulo”.

Crédito: Agência Brasil/Fernando FrazãoGoverno Bolsonaro faz manobra para dar a aliado hiper salário

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, assinou um documento, em março, que permite contratar pessoas sem diploma de curso superior e com hiper salários para altos cargos da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

O que motivou o ministro do governo a orquestrar as mudanças na possibilidade de contratação pela empresa pública foi revelado agora, pela Folha.

“Interlocutores que acompanharam o caso na Apex afirmaram à Folha, sob condição de anonimato por temerem represálias, que as mudanças das regras foram feitas para permitir a contratação do produtor agropecuário Paulo Vilela, que se candidatou a deputado federal pelo PSL em 2018, mas não conseguiu se eleger”, afirmou o jornal.

Com a alteração no Plano de Cargos, Carreiras e Salários da agência, quem não tem diploma universitário poderia ser empregado em postos com salários de até R$ 34 mil, segundo apurou o jornal.

Pelas regras vigentes até então, as vagas para cargos de confiança, que não precisam de concurso público, só podem ser preenchidas por candidatos com “ensino superior completo, reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação)”.

Está semana a Folha teve acesso ao documento que afirma ser dispensável o diploma universitário caso o indicado tenha “experiência comprovada de, no mínimo, quatro anos em atividades correlatas ao cargo”, mas “não há qualquer menção sobre como essa experiência deve ser verificada”, apontou o jornal.

Vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, a Apex atua na promoção de produtos e serviços brasileiros no exterior.

1 / 8
1
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
2
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
3
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
4
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
5
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
6
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
7
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …
8
07:44
Saiba tudo sobre os métodos anticoncepcionais
Prevenção é essencial quando o assunto é relação sexual. Hoje, há outros modos de prevenção que vão além da pílula e …