Governo declara apoio à campanha “Segunda sem carne”

Por: Redação

Lançada em São Paulo em 2009, a campanha “Segunda sem carne” defende que “se ao menos às segundas feiras as pessoas parassem de consumir carne, já haveria um impacto positivo sobre o meio ambiente, a saúde humana e os animais”. No início do mês, a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA) oficializou o seu apoio à campanha, promovida pela Sociedade Vegetariana Brasileira.

Divulgação
Um dos argumentos mais fortes da proposta refere-se aos impactos ambientais da produção de carnes.

A “Segunda sem carne” já existe em diversos países como Estados Unidos e Reino Unido, onde é encabeçada pelo ex-Beatle Paul McCartney. Apoiada no tripé “Pelas pessoas, pelos animais, pelo planeta”, a ideia da campanha é convidara as pessoas a tirar a carne do prato pelo menos uma vez por semana.

Um dos argumentos mais fortes da proposta refere-se aos impactos ambientais da produção de carnes. Hoje, esse setor é hoje responsável pela maior parte do desmatamento da Amazônia, emite direta ou indiretamente a maior parte dos gases do efeito estufa do país e consome grandes volumes de água.

Para ajudar os adeptos, o site da campanha disponibiliza uma grande variedade de receitas e sugestões para quem quer abrir mão da proteína animal sem abrir mão do sabor. Também podem ser encontradas na página da web dicas de nutrição, notícias e informações qualificadas a respeito das razões éticas, ambientais e de saúde que envolvem o consumo da carne. Desde a Rio+20, no ano passado, um relatório da WWF também já recomendava a Segunda Sem Carne como forma de reduzir a pegada ecológica dos paulistas.