Homem morre após cair de patinete elétrico em Belo Horizonte

O empresário bateu com a cabeça em um bloco de concreto e não resistiu

Por: Redação

Um homem morreu após cair de patinete elétrico e bater a cabeça em um bloco de concreto, no centro de Belo Horizonte, na tarde de sábado, 7. Ele tinha 43 anos e era empresário.

homem morreu patinete bater cabeça
Crédito: Reprodução/Facebook e DivulgaçãoHomem morre após cair de patinete elétrico em Belo Horizonte

Testemunhas contaram que, quando passava pela rua Paraná, na altura do número 430, Roberto Pinto Batista Júnior se desequilibrou, caiu e bateu com a cabeça em um bloco de concreto.

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ele sofreu traumatismo craniano e, enquanto recebia os primeiros atendimentos, teve duas paradas cardiorrespiratórias.

O empresário chegou a ser socorrido no Hospital João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos.

Segurança

Em Belo Horizonte, o serviço de compartilhamento de bicicletas, patins, patinetes e skates ainda não possui regulamentação. Segundo o Alexandre Kalil (PSD), a regulamentação “compete aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios”, no caso, a BHTrans. Ele vetou o PL (Projeto de Lei) que regulamentava o uso na capital.

Em São Paulo, a regulamentação feita pela Prefeitura, patinetes compartilhados estão proibidos nas calçadas. Patinetes só podem circular em ciclovias, ciclofaixas, coclorrotas ou ruas com limite de velocidade de até 40 km/h;
A velocidade máxima permitida é de 20 km/h. O uso de capacete deveria ser obrigatório por decreto, mas Justiça suspendeu exigência.

Compartilhe: