Publicidade

Informar

Imagem chocante mostra as consequências do abandono de animais

...
Publicidade
Texto: Rael Moraes

Existem dois tipo de tutores de animais: aqueles que tratam cães e gatos com seus próprios filhos, os amando incondicionalmente e os aceitando independente de qualquer imperfeição e existem aqueles que adotam, ou infelizmente compram, um gato ou cachorro e percebem que não conseguem lidar com a responsabilidade de cuidar de outra vida somente quando já é tarde demais.

Fote: Michele Boggs/Facebook
Corpos abandonados em abrigo

Muitos optam por tutelar um animal por impulso e não refletem sobre os custos para oferecer uma vida confortável e saudável para ele, outros não tem a sensibilidade e paciência para entender e admirar que animais muitas vezes se comportam como crianças e e em alguns momentos podem fazer traquinagens.

Independente dos motivos, esse segundo grupo de pessoas decide que não quer mais a responsabilidade de cuidar de um animal e abandona seus cães e gatos em abrigos. Mas deixar um animal em um abrigo não é o mesmo que doar uma roupa ou acessório. Não existem garantias que um belo dia alguém entrará pela porta e oferecerá a esse animal um novo lar e tudo ficará bem.

Confira o final dessa história e outras notícias inspiradoras sobre animais na ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade