Jair Bolsonaro anuncia Ricardo Velez como ministro da Educação

O nome do futuro ministro foi divulgado nesta quinta-feira, 22, pelo próprio presidente eleito

Por: Redação | Comunicar erro
bolsonaro, Ricardo Velez Rodrigues
Crédito: Reprodução/FacebookBolsonaro escolheu o colombiano Ricardo Velez Rodrigues para a Educação

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou na noite desta quinta-feira, 22, que o colombiano naturalizado brasileiro Ricardo Velez Rodrigues será o futuro ministro da Educação do país. O comunicado foi feito via redes sociais.

“Gostaria de comunicar a todos a indicação de Ricardo Velez Rodriguez, filósofo autor de mais de 30 obras, atualmente professor emérito da Escola de Comando e estado Maior do Exército, para o cargo de Ministro da Educação”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

Em outra postagem, o presidente eleito ressalta o currículo do escolhido: “Velez é professor de Filosofia, mestre em Pensamento Brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica RJ, doutor em Pensamento Luso-Brasileiro pela Universidade Gama Filho, Pós-Doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, Paris, com ampla experiência docente e gestora”.

Posteriormente, o nome mais cotado para a pasta foi o do educador Mozart Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna. No entanto, o nome do mesmo desagradou uma das principais bases eleitorais de Bolsonaro, a Bancada Evangélica, que se opôs veementemente à escolha.

Nesta quinta, o nome do procurador Guilherme Schelb, que também é evangélico, chegou a ser cotado como um possível eleito para o ministério, mas, no fim, a escolha do futuro presidente acabou sendo o colombiano.

Entre as obras de Rodrigues está “A Grande Mentira – Lula e o Patrimonialismo Petista” (Vide Editorial), na qual discorre-se que “o PT conseguiu potencializar as raízes da violência, que já estavam presentes na formação patrimonialista do nosso Estado e que se reforçaram com o narcotráfico, mediante a disseminação ao longo dos últimos treze anos, de uma perniciosa ideologia que já vinha inspirando a ação política do Partido dos Trabalhadores: a ‘revolução cultural gramsciana’”, diz a sinopse do livro.

Compartilhe:

1 / 8
1
08:52
Machismo em escolas de samba
Carolina Ribeiro, musa da Unidos de Vila Maria, na zona norte de São Paulo, é a convidada do programa Entrevista …
2
02:06
Como ajudar outras mulheres no Carnaval
O Carnaval chegou e para evitar que algumas coisas chatas e sérias estraguem a sua folia, separamos algumas dicas para …
3
00s
Quem foi Chico Mendes?
Chico Mendes nasceu em Xapuri, no Acre, em uma família de seringueiros, ofício que herdou de seu pai. Ao longo …
4
11:47
Não é Não: tatuagens contra o assédio no Carnaval
Luka Campos, idealizadora da campanha Não é Não, foi a convidada pelo programa Entrevista por Catraca Livre desta semana para …
5
01:40
Desvio em fundos de incentivo para mulheres
O Supremo Tribunal Federal e Tribunal Superior Eleitoral determinaram que 30% dos fundos públicos de financiamiento de campanhas sejam destinados …
6
15:17
Sai Jean Wyllys, entra David Miranda
David Miranda, substituto de Jean Wyllys como deputado federal, é o convidado de estreia do programa Entrevista por Catraca Livre. …
7
01:37
Saiba o que muda com o novo decreto de posse de armas
Conforme prometido durante a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que flexibiliza a posse de armas no Brasil. …
8
01:27
Rosa para meninas e azul para meninos?
Ao longo da história muita coisa mudou, inclusive a forma como meninos e meninas eram vestidos. No século XVIII, por …