Jornalista colombiana sofre assédio sexual de torcedor ao vivo

Homem não identificado colocou a mão em seu seio e a beijou

Por: Redação Comunicar erro
jornalista colombiana sofre assedio sexual
Julieth Therán, repórter colombiana, foi assediada por um torcedor na Rússia

A lista de assédio sexual na Copa do Mundo na Rússia aumentou com o caso envolvendo a repórter colombiana Julieth Therán.

Na gravação, feita na última semana, a jornalista – funcionária da agência de notícias alemã Deutsche Welle – estava ao vivo em uma praça em Moscou, quando um torcedor, não identificado, se aproximou e deu um beijo em seu rosto. Além disso, o homem colocou a mão sobre um dos seios.

Embora tenha ficado visivelmente incomodada, a repórter continuou sua passagem e deixou para fazer um desabafo nas redes sociais.

“Respeito! Não merecemos esse tratamento. Somos igualmente valiosas e profissionais. Compartilho a alegria do futebol, mas temos que entender o limite do afeto e do abuso”, declarou.

Ao “Yahoo Sports”, Theran relatou que ficou duas horas na praça aguardando a entrada ao vivo e que não foi incomodada. “Quando fomos fazer o ao vivo, esse cara aproveitou a situação. Mas depois, quando fui ver se ele ainda estava lá, ele já havia ido embora”, completou.

Desde o último fim de semana, anda circulando nas redes sociais diversos vídeos de brasileiros assediando mulheres russas no país estrangeiro. Em um deles, inclusive, o grupo de turistas incentiva uma mulher russa a cantar sobre sua vagina.

Após a disputa entre Argentina e Rússia, uma jornalista foi assediada por um grupo de argentinos na porta do estádio, como você pode ver no link abaixo:

Já na quarta-feira, 20, Lucas Marcelo Andrade publicou uma gravação em que aparece pedindo a um menino russo para repetir frases de cunho homofóbico.

“Eu sou um filho da p*… Eu sou viado… Eu dou para o Neymar”, dizia no post.

brasileiro ataques homofobicos menino russo
Lucas Marcelo Andrade gravou vídeo pedindo para menino russo dizer frases ofensivas

Após repercussão negativa do vídeo, o rapaz apagou o post e pediu desculpas pela, segundo ele, “brincadeira”.

“Estou gravando esse vídeo para pedir desculpas para o menino e toda a nação russa, pela brincadeira que eu fiz. Foi um vídeo infantil, achei que não fiz certo. Quero esclarecer também que este tipo de brincadeira não faz parte da nossa nação brasileira e estou completamente arrependido. Peço novamente desculpas”, afirmou.

Vale lembrar que, no Brasil, foi criado um movimento de jornalistas mulheres que atuam no esporte para combater esse tipo de assédio. As profissionais se uniram em torno da hashtag #DeixaElaTrabalhar, após um episódio com Bruna Dealtry, do Esporte Interativo, parecido com o vivido pela colombiana na Rússia. Em março, a repórter fazia uma passagem em São Januário quando um torcedor do Vasco a beijou na boca, sem o seu consentimento.

Leia também:

1 / 8
1
08:59
Lobão analisa a relação de Bolsonaro com seus filhos
Um dos poucos nomes do meio artístico a apoiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o músico Lobão revelou recentemente …
2
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
3
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
4
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
5
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
6
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
7
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
8
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …