Justiça condena Haddad por caixa dois na eleição municipal

O ex-prefeito pode recorrer da decisão

Por: Redação
Fernando Haddad
Crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil A pena estabelecida para Haddad é de 4 anos e 6 meses em regime semiaberto

A Justiça Eleitoral condenou o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), por suposto caixa dois de R$ 2,6 milhões à UTC Engenharia durante a campanha eleitoral de 2012, quando foi eleito. A pena por falsidade ideológica eleitoral é de 4 anos e 6 meses em regime semiaberto. Cabe recurso.

Na acusação, o promotor eleitoral Luiz Henrique Dal Poz declarou que o ex-prefeito “deixou de contabilizar valores, bem como se utilizou de notas inidôneas para justificar despesas”.

O valor total teria sido repassado pela empreiteira diretamente às gráficas de Francisco Carlos de Souza, ex-deputado estadual e líder sindical, conhecido no PT como “Chico Gordo”. Ele confessou que recebeu os pagamentos, porém, explicou que não eram destinados à campanha de Haddad, e sim a outros candidatos petistas.

Segundo a denúncia, R$ 3 milhões teriam sido negociados com o empresário Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia, e depois ajustados para R$ 2,6 milhões.

Em nota enviada à Folha de S.Paulo, a defesa de Haddad afirmou que vai recorrer da decisão da primeira Vara Eleitoral. “Em primeiro lugar por falta de provas. A condenação apoiou-se apenas na delação premiada de Ricardo Pessoa, executivo prejudicado pelo então prefeito, que cancelou seus contratos com a Prefeitura de São Paulo”, diz o texto.

“Este delator relatou ‘ter ouvido dizer’ que os valores que pagou a pedido do tesoureiro nacional do PT seriam para a gráfica que teria produzido materiais para a campanha de Fernando Haddad. Testemunhas e documentos apresentados ao juiz demonstraram que o delator mentiu”, informou a defesa.

1
Entenda todos os desdobramentos das prisões em Alter do Chão
Os quatro brigadistas que haviam sido presos preventivamente na operação Fogo de Sairé, da Polícia Civil do Pará, deixaram a …
2
Ajude a manter vivo o sonho da única orquestra do mundo criada e manti
A Orquestra Sinfônica de Heliópolis é a única orquestra sinfônica do mundo mantida numa favela. Mensalmente são mais de 1.300 …
3
Novo partido de Bolsonaro participará das eleições em 2020?
Bolsonaro realizou na semana passada a convenção de lançamento de seu novo partido, a Aliança pelo Brasil, que terá o …
4
A indústria da morte nas estradas federais
Meses após a desativação dos radares móveis nas estradas federais do país, dados revelam um aumento nos casos de acidentes …
5
Governo Bolsonaro usa AI-5 como instrumento de ameaça?
Em viagem a Washington, nos Estados Unidos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse a jornalistas para não se assustarem …
6
Bolsonaro e Witzel usam o Flamengo como palanque político?
Não é de hoje que o futebol é usado como palanque político no Brasil. A paixão nacional foi utilizada pelos …
7
Os sinais de um relacionamento abusivo
Identificar os sinais de um relacionamento abusivo e violento nem sempre é fácil. O controle é mascarado pela preocupação e …
8
Brasil pedirá ajudar internacional para controlar crise na Amazônia
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou que o Brasil deve participar da Conferência do Clima da ONU (COP-25), …