Memória LGBT no Museu de Favela Pavão, Pavãozinho e Cantagalo

Projeto inédito no Brasil desenvolverá ações que promovam a memória de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais residentes na comunidade do Pavão, Pavãozinho e Cantagalo no Rio de Janeiro.

O Projeto Memória LGBT no MUF está sendo desenvolvido através de uma parceria entre Museu de Favela Pavão, Pavãozinho e Cantagalo – MUF com a Revista Memória LGBT – RMLGBT em comemoração aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, tal proposta foi contemplada no II Programa de Fomento à Cultura Carioca. A iniciativa contemplará rodas de memória, oficinas, formações, exposição, publicações da RMLGBT, apresentações artísticas e Mapeamento e Inventário do Patrimônio Cultural LGBT na Favela.

A Organização não governamental Museu de Favela Pavão, Pavãozinho e Cantagalo foi criada em novembro de 2008. A iniciativa nasceu de um encontro de ideias e anseios de moradores da região que viam na ação museológica de preservação uma saída para a valorização da localidade. O MUF possui como uma das principais iniciativas em memória e museologia social o circuito das casas-telas que narram a história de vida da comunidade. Tais casas estão por todo o percurso, com muitas cores, vida e alegria. Atualmente, uma das principais demandas desta comunidade são ações que visibilizem a memória LGBT dos moradores deste território, bem como, ações pautadas nas diretrizes dos direitos humanos.

A Revista Memória LGBT – RMLGBT é um periódico digital colaborativo que tem como premissa a salvaguarda e a comunicação da memória LGBT. Tal iniciativa atende a uma demanda e direito contemporâneo em superação a homo-lesbo-transfobia e a ausência do protagonismo LGBT em museus e espaços de memória. Desta forma, a RMLGBT em seu formato virtual, colaborativo e compartilhado pretende atender demandas que promovem a memória de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais

As atividades do Projeto Memória LGBT no MUF serão realizadas na sede do Museu de Favela em Ipanema – Cantagalo e abertas ao público a partir de abril. Trata-se de ações pró-memória, garantido o acesso, fruição e democratização da memória, cultura, educação e saúde, bem como, garantir a cidadania plena a lésbicas, gays, transexuais e travestis, além de, ser uma possível ferramente para superar a homo-lesbo-transfobia na favela e na cidade do Rio de Janeiro. Destaca-se as atividades que serão oferecidas; Abertura da Exposição Memória LGBT no MUF; Oficinas de Mapeamento; Formações temáticas; Publicações em formato de revista impressas e digitais apresentando o Patrimônio Cultural LGBT na Favela.

Compartilhe:

1 / 8
1
20:44
São Paulo, capital da Cultura | Entrevista por Catraca Livre
Atuando como Secretário Municipal de Cultura em São Paulo desde janeiro desse ano, Alê Youssef ainda está no começo da …
2
07:26
STF e o limite da liberdade de expressão
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, anunciou em março a abertura de um inquérito para investigar casos …
3
01:03
Ex-presidente do Peru tenta suicídio após receber ordem de prisão
O ex-presidente do Peru Alan García morreu nesta quarta-feira,17, após atirar contra si mesmo em uma tentativa de suicídio em …
4
04:45
Famosos fazem desabafo sobre depressão
Recentemente, o humorista Whindersson Nunes publicou uma série de posts em sua rede social desabafando sobre um sentimento profundo de …
5
01:32
Quem disse que não dá para surfar na cidade?
A Surf House Brasil é o lugar perfeito para você quer aprender a surfar ou ficou com saudade de pegar …
6
01:45
Catedral de Notre Dame: 8 séculos de história queimam em Paris
Um incêndio de grandes proporções atingiu a Catedral de Notre Dame, em Paris. O local é um dos pontos turísticos …
7
02:29
Vídeo analisa a maior irresponsabilidade na vida de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro mandou desativar os radares de rodovias federais. Será que é uma boa ideia? A Folha de São …
8
05:43
Entenda a proposta de Bolsonaro para a educação domiciliar
O presidente Jair Bolsonaro assinou o projeto de lei que pretende regulamentar a educação domiciliar no país. Se aprovada pelo …