Últimas notícias:

Loading...

Ministério da Saúde apaga links com prescrição de cloroquina para covid

Ação ocorre em meio aos questionamentos na CPI sobre o uso do medicamento contra covid-19

Por: Redação

O Ministério da Saúde apagou de seu site dois links com protocolos que recomendavam o uso de cloroquina e hidroxicloroquina como “tratamento precoce” contra covid-19.

Um dos links com as orientações constava na versão antiga do site do ministério, que seguia no ar apesar da criação de uma nova página oficial no ano passado. Já o outro estava disponível no site da UNA-SUS, a plataforma de capacitação de profissionais do Sistema Único de Saúde.

bolsonaro cloroquina
Crédito: Reprodução/TwitterGoverno Bolsonaro usou a Fiocruz para produzir 4 milhões de comprimidos de cloroquina

Os dois links foram desabilitados pelo Ministério da Saúde na noite de segunda-feira, 10, segundo reportagem da Folha.

A retirada das páginas do site do Ministério da Saúde contradiz o depoimento do ministro Marcelo Queiroga na CPI da Covid, que na semana passada afirmou não existir um protocolo de cloroquina no SUS, mas “uma orientação”— o que, para especialistas, é a mesma coisa.

Em nota ao Globo, o Ministério da Saúde confirmou que retirou um dos links  do ar –nota informativa nº 17/2020-SE/GAB/SE/MS–, porque o documento está passando por uma atualização.

“O Ministério da Saúde informa que a nota informativa nº 17/2020-SE/GAB/SE/MS foi retirada do ar para atualização. O documento está em fase final de elaboração e, em seguida, será enviado à Comissão de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) para deliberação”, afirmou a pasta.

Compartilhe: