Morre Naomi Fraley, a verdadeira inspiração para pôster feminista

Inspiração para a personagem Rosie the Riveter, que aparece junto a frase 'We Can Do It', Naomi só foi identificada 30 anos depois da foto

Por: Redação

Naomi Parker Fraley foi um simbolo feminista dos anos 40 e você a conhece. Seu rosto serviu de inspiração para a icônica imagem “Rosie the Riveter”, criado na Segunda Guerra Mundial. Morreu aos 96 anos em Longview, Washington, nos EUA, segundo informações do The New York Times.

Em 1942, Naomi trabalhava na Estação Naval quando certo dia posou para uma fotografia que entraria para a história da luta da mulher. no mundo. Vestia uma bandana vermelha de bolinhas rosas em meio à dura e pesada rotina do trabalho na fábrica de armas.

Foto: John D. Fraley via The New York Times
Naomi Parker Fraley em 2015 ao lado do pôster de Rosie the Riveter

Logo que foi publicada, a foto se multiplicou nas capas de jornais e revistas de diversos países. Um dia chegou às mãos do artista J. Howard Miller, que, a parti da foto original, criou a famosa personagem Rosie the Riveter. Um ano depois, antes de tornar-se um ícone da luta feminista, a personagem virou um símbolo das Forças Armadas dos Estados Unidos.

Apesar disso, Naomi nunca foi identificada como a musa inspiradora de Rosie porque outra mulher, chamada Geraldine Hoff Doyle, que trabalhava em uma fábrica de Michigan, acabou com o título de “Rosie the Riveter da vida real”.

Reviravolta após 30 anos

A fascinante história, que parecia ter seu desfecho, contou com uma mudança inesperada. 30 anos depois do registro, Naomi soube que era a verdadeira inspiração para o pôster. Em entrevista à revista People, em 20167, ela comentou sobre a reviravolta. “Eu não conseguia acreditar que era eu na foto, mas havia o nome de outra pessoa na legenda: Geraldine. Eu fiquei impressionada. As mulheres desse país precisam de alguns ícones nos dias de hoje. Se acham que eu sou um ícone, eu fico feliz com isso”, concluiu.

Compartilhe: