Mulher causa revolta na web após tatuar seu gato de estimação

Por: Redação
Modelo ucraniana tatua gato e causa revolta nas redes sociais

O ser humano realmente está passando todos os limites da falta de noção e respeito. Uma modelo e musa fitness ucraniana teve a “brilhante” ideia, só que não, de tatuar o seu gato de estimação.

Elena Ivanickaya escolheu o símbolo de um deus egípcio, Anúbism para fazer uma tatuagem no peitoral de sua gata da raça sphynx.

A modelo, por razões óbvias, foi bastante criticada nas redes sociais, segundo o The Daily Mirror, causando revolta entre os internautas por causa do procedimento feito no animal.

Elena usou suas redes sociais para explicar que o animal não sentiu dor alguma e que foi anestesiado durante a sessão. De acordo com a modelo, a pele do gato Yasha só foi penetrada pela agulha “por um ou dois milímetros”. Apesar da explicações, Elena continuou sendo criticada e está enfrentando até acusações de crueldade animal.

Leia também:

O parceiro de Elena, Anatoliy Loginov, ainda fez uma publicação no Facebook para explicar o procedimento, mas não obteve muito sucesso, ainda mais porque um de seus argumentos para ter feito a tatuagem no felino foi para “agradar a Deus”.

“Quando, dois meses atrás, nós decidimos fazer a tatuagem no nosso gato, Yasha, nós vasculhamos a internet para encontrar mais informações sobre o procedimento”, diz ele na postagem. “Nós queríamos saber se ele era perigoso. Nós descobrimos que, no mundo, milhares de gatos sphynx vivem bem com tatuagens. Nós perguntamos na nossa clínica veterinária se o procedimento seria ruim para o nosso gato e nós recebemos a resposta — que nós poderíamos fazer a tattoo sem preocupações” escreveu o rapaz.

“Nós escolhemos o melhor estúdio de tatuagem de toda a Ucrânia e entramos em comum acordo com o nosso veterinário, uma mulher que também queria fazer o trabalho para agradar a Deus”, continua. “Durante todo o procedimento, Yasha estava anestesiado e não sentiu nenhuma dor. Sob o efeito da mesma anestesia, várias pessoas castram seus animais, algo que enfurece Deus”.

Anatoliy ainda diz na publicação que crueldade animal é algo comum no mundo, mas que fazer do gato do casal “único” não é algo que se aplica.

Confira algumas fotos do animal tatuado:

  • Leia mais:

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.